COLUNA MG

02 de Setembro

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Projeto congela subsídios de políticos
        A Câmara Municipal de Varginha aprovou Projeto de Lei, de autoria da Mesa Diretora, que fixa o subsídio do prefeito, vice-prefeito, dos secretários municipais e dos vereadores para a próxima legislatura, ou seja, para os eleitos e nomeados para o período de 2021 a 2024. O Projeto manteve os valores dos subsídios de todos os agentes políticos já recebidos atualmente, sem reajuste. A última vez que houve reajuste nos valores de subsídios de agentes políticos em Varginha foi no ano de 2004. (Gazeta de Varginha).
     

  2. Plano é dado como inconstitucional
        Uma decisão do Tribunal de Justiça de Minas Gerais considerou inconstitucionais trechos da legislação municipal que define o Plano Municipal de Educação de Juiz de Fora, aprovado pela Câmara e transformado em lei em março de 2017. A decisão do TJMG se deu em resposta à ação direta de inconstitucionalidade (ADI) proposta pela Procuradoria-geral de Justiça do Ministério Público de Minas Gerais, que apontou que as emendas em questão, as quais restringem o conceito de diversidade no Plano Municipal de Educação e extrapolam competência privativa da União. (Tribuna de Minas - Juiz de Fora).
     

  3. Candidato pode gastar até R$ 655 mil
        Candidatos a prefeito em Poços poderão gastar com suas campanhas de 2020 R$655.548,58, conforme divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os vereadores terão o limite de R$ 42.291,03. Essa é a determinação da Lei das Eleições (9.504/1997), assunto importante dentro dos partidos para a regularidade dos candidatos. No último pleito em Poços os limites de gastos foram R$ 575.449,59 para prefeitos e $ 37.123,65 para vereadores, uma atualização de 13,9% em relação às eleições de 2016. (Jornal da Mantiqueira – Poços de Caldas0
     

  4. Eventos e aulas continuam proibidos
        Ipatinga tem nova fase de flexibilização. Em reunião do Comitê Gestor de Crise, ficou deliberado que alguns segmentos que permanecem fechados como medida sanitária preventiva contra a covid-19 serão reabertos. Entre várias outras medidas, os shoppings e lojas de ruas passam a funcionar também aos sábados. Atualmente funcionam somente de segunda a sexta-feira. Permanecem fechadas agora apenas as escolas regulares (públicas e particulares) e os eventos de grande porte continuam  proibidos de serem realizados (Diário do Aço - Ipatinga).
     

  5. Passageiros com febre não embarcam
        Foram cinco meses e oito dias sem viagens no trem de passageiros da Estrada de Ferro Vitória a Minas por causa da pandemia do Covid-19. As viagens foram paralisadas no dia 24 de março, mas foram retomadas na terça-feira, 01, com algumas medidas de precaução. De acordo com a Vale, uma das medidas adotadas para o retorno das viagens e enfrentamento da pandemia  é a aferição de temperatura de todos os passageiros  que embarcam no trem. Caso alguma pessoa apresente temperatura superior a 37,8º, o seu embarque não é autorizado. (Diário do Rio Doce - Governador Valadares).
     

  6. Mercado reabre para feira livre
        A prefeitura de Capelinha, por meio da Secretaria de Agricultura, comunica que a Feira Livre vai voltar, e ocorrerá por escala: às segunda, quartas e sextas-feiras (até que seja seguro voltar para o sábado costumeiro), seguindo todas as normas de saúde e segurança nestes tempos de coronavírus. Será a partir do dia 9 de setembro, quarta-feira. Dúvidas podem ser sanadas também direto na Secretaria de Agricultura, que funciona na rua Rio Branco, 403. (Gazeta dos Vales - Capelinha).

    Câmara de Seta Lagoas faz rodízio
        Trabalhando com escala de rodízio de servidores por conta da pandemia do novo coronavírus desde o fim de março, a Câmara Municipal retomou ontem as atividades de forma integral. Servidores com mais de 60 anos e do grupo de risco, com laudo médico atestando a situação, mantêm a rotina de teletrabalho. Portaria da Casa estabelece novas medidas para o funcionamento na Câmara Municipal de Sete Lagoas. (Boca do Povo – Sete Lagoas)
     

  7. “Olhos quem Guiam” em Machado
        Voluntários de Alfenas e Machado deram início no último final de semena ao Projeto ‘Olhos que Guiam’, uma ação coletiva que se espalha por diversas cidades do Brasil e do mundo. Entre as atividades da campanha estão passeios de bicicletas especiais, construídas para o ciclismo em dupla, pela orla do Lago Artificial, às segundas-feiras e, provavelmente, aos finais de semana. (Folha Machadense)
     

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now