COLUNA MG

04 de março

Rede de Notícias Sindijori MG

Sabará terá drive-thru de vacina

Nesta sexta-feira, 5, os idosos acima de 85 anos receberão a segunda dose da vacina contra a covid-19, no sistema drive-thru. A vacinação ocorrerá no Centro Administrativo Hélio Geraldo de Aquino (Antigo Largo do Marquês, região Central e também na Rua Mariana (próximo a Casa Azul, em General Carneiro. O horário será das 8h às 16 horas. Na próxima semana, haverá também a aplicação da segunda dose nas demais regionais de saúde. (Folha de Sabará)


 

Escolas de Araxá voltam às aulas

A Secretaria de Estado de Educação divulgou na última semana o Plano de Retorno da Educação durante a pandemia. Seguindo a orientação, a Prefeitura de Araxá determinou no novo decreto que as escolas particulares poderão regressar às suas atividades na próxima segunda-feira, 8, no modelo híbrido (remoto e presencial). As estaduais também voltarão no dia 8, a princípio, ainda restrita ao modelo remoto. A previsão é para o dia 15 de março, de forma escalonada e com o número reduzido de alunos. (Correio de Araxá)
 

 

Parcerias contra o covid

Foi realizada no Campus Mucuri da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri , uma importante reunião para a saúde pública, com firmamento de novas parcerias para o enfrentamento da Covid-19 no Vale do Mucuri. Entre as instituições participantes, destacamos o Comitê Técnico, Científico e Multidisciplinar, Consórcio Intermunicipal de Saúde Entre os Vales do Mucuri e Jequitinhonha, Cosems e Ministério Público Minas Gerais, além de prefeitos e secretários municipais de saúde. (Diário Tribuna – Teófilo Otoni)


 

Junho violeta no calendário

O Projeto de Lei que inclui o Junho Violeta no calendário Municipal de Mariana foi aprovado na reunião da Câmara dos vereadores da segunda-feira, 1. A data tem o objetivo de promover e conscientizar a população sobre o combate à violência contra as pessoas idosas. O Junho Violeta foi proposto pelo vereador Ronaldo Bento (PSB). Ele explicou que o projeto visa resguardar os interesses das pessoas idosas, atribuindo ao mês de junho diversas campanhas de conscientização. (Jornal O Liberal- Itabirito)


 

Aulas de volta na rede Sesi

As aulas nas Escolas do Sesi-MG retornaram na quarta-feira, 3, nos municípios de Ipatinga, Uberaba e São Gonçalo do Sapucaí. O sistema que está sendo utilizado é o híbrido, com parte dos alunos presencialmente nas unidades e a outra acompanhando as aulas de forma remota. A previsão é que as unidades de Governador Valadares, Pouso Alegre, Varginha e Divinópolis, também retomem as aulas no mês de março. O retorno se dá obedecendo as decisões sanitárias de cada município e com uma série de medidas preventivas e sanitárias. (Ascom Fiemg)


 

Inconfidentes não registra covid

O município de Inconfidentes não registra, há uma semana, casos ativos de coronavírus em seu território. A informação foi confirmada pela prefeita Rosângela Dantas. O último boletim epidemiológico onde constava um caso ativo da doença foi divulgado pela prefeitura no dia 19 de fevereiro – neste dia também não havia sido registrado nenhum novo caso de infecção pelo vírus. (Jornal Panorma – Baependi)


 

MOC inicia campanha para doações do IR

As entidades sociais de Montes Claros iniciam nesta segunda-feira, 1, a campanha para captação de doação deduzidas no Imposto de Renda que começa a ser pago a partir de segunda A campanha “Leãozinho Solidário” foi instituída pela ONG Sociedade Civil, que atende várias instituições da área. Os dados levantados pelo organizador da campanha, Edenilson Durães mostra que Montes Claros arrecadou nas declarações de 2018, um total de R$ 609.336,56 e tem potencial de arrecadação de R$ 16.131.059,47. Isso implica que faz doação de apenas 3,68 do seu potencial. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)


 

Amog decidem adiar volta

A Associação dos Municípios da Micro Região Baixa Mogiana – Amog, com sede em Guaxupé, em assembleia-geral na terça-feira, decidiu retornar com as atividades 100% remotas antes da volta às aulas presenciais e ou híbridas nas escolas municipais e particulares. A decisão foi acatada por todos os 16 municípios. A decisão saiu depois de exaustiva discussão sobre o cumprimento do protocolo de biossegurança, uma vez que a maioria dos presentes à reunião entendeu que esse não é momento oportuno para o retorno do ano letivo presencial (A Folha Regional- Muzambinho)

© 2021 Sindijori - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now