COLUNA MG

08 de Setembro

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Procon Caratinga faz ação
        Nos últimos dias, muitos consumidores de Caratinga têm reclamado do aumento do preço dos itens da cesta básica. O Procon local recebeu algumas reclamações sobre “preços abusivos” e informou que a equipe está organizando uma ação para esta semana, em que serão exigidos, dos estabelecimentos, as três últimas notas fiscais dos produtos. A orientação é para que os consumidores façam a pesquisa de preço e, caso percebam algo “abusivo”, comuniquem ao Procon. (Diário de Caratinga)
     

  2. Bancários terão reajuste
        Trabalhadores das instituições financeiras de Poços de Caldas e região terão, pelos próximos dois anos, reajuste salarial e todos os demais direitos garantidos pela Convenção Coletiva de Trabalho 2020/2022, além de abono neste ano. O acordo, que valerá para os próximos dois anos, garante, já este ano, 1,5% de reajuste nos salários, mais abono de R$ 2 mil para todos, e reposição da inflação (INPC estimado em 2,74%) nas demais verbas como VA e VR, bem como nos valores fixos da PLR. (Jornal Mantiqueira – Poços de Caldas)
     

  3. Varginha na “Semana do Brasil”
        Desenvolvida para aquecer as vendas durante a semana em que se comemora a independência do país, a Semana Brasil 2020 prossegue até do dia 13 de setembro também em Varginha. A ação reúne lojas de diferentes setores, como alimentação, eletrônicos e eletrodomésticos, que se propõem a oferecer descontos aos consumidores. Segundo a assessoria de comunicação da Associação Comercial de Varginha (ACIV), “os comerciantes poderão aderir individualmente as promoções”. (Correio do Sul – Varginha)
     

  4. Montes Claros terá pesquisa 
        O Grupo de Estudos e Pesquisas em Metodologia,  Violência e Criminalidade, coordenado pelo departamento de Política e Ciências Sociais da Unimontes, faz o questionamento da percepção da população sobre a violência em Montes  Claros em pesquisa que será aplicada junto à população da cidade.  O objetivo é identificar como o montesclarense  percebe a violência, os sentimentos que pode provocar, a que pessoa/instituição os moradores recorrem para solucionar problemas relacionados à segurança pública e como a população percebe o trabalho da Polícia Militar. (Folha do Norte – Montes Claros)
     

  5. Concurso adiado pela terceira vez
        As provas do concurso público da Companhia Operacional de Desenvolvimento, Saneamento e Ações Urbanas (Codau) de Uberaba foram adiadas pela terceira vez, devido à pandemia do coronavírus. Com a manutenção da situação de emergência em saúde no município, em junho, a Codau resolveu adiar novamente a prova objetiva para 13 de setembro e o exame de aptidão física para 25 de outubro e o teste de aptidão física para seis de dezembro. (Jornal da Manhã - Uberaba).
     

  6. Ferrovia voltará a funcionar
        São Sebastião do Rio Verde vive momentos de encanto. A tão esperada conclusão das obras do trecho da ferrovia de São Sebastião do Rio Verde a São Lourenço já está próximo a acontecer. O empreendimento, que contou com parcerias para sua completa restauração, estará concluída até o final do ano. São 20 quilômetros de trilhos que percorrem belas paisagens de Minas Gerais, em grande parte à margem do Rio Verde. (Jornal Panorama – Baependi)
     

  7. Procon fiscaliza abuso
        Nos últimos dias, o aumento de preços nos produtos alimentícios nos supermercados tem deixado a população assustada. A causa disso, no entanto, é a pandemia da Covid-19, que aumentou significativamente a compra desses produtos, e isso fez com que os consumidores sentissem o impacto no bolso. Porém, após recente ação do Procon Regional, mesmo esse aumento tendo como origem externas que extrapolam  a competência fiscalizatória do órgão, é necessário que os varejistas locais observem as normas vigentes sobre aumento de preços. (Jornal Cidade - Lagoa da Prata).
     

  8. Megaoperação fecha Lago 
        O Lago das Roseiras em Divinópolis ficou fechado no último final de semana por ação da Vigilância Sanitária de Divinópolis, com o apoio da Polícia Militar (PM). Apenas quem tem casa no local pode ultrapassar a barreira montada pela PM. Como nos fins de semana e feriados são registrados pontos de aglomeração no local, a intenção é restringir o acesso e, consequentemente, as chances de disseminação da doença. (Jornal Agora – Divinópolis)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now