COLUNA MG

06 de Novembro

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Vale inicia comissionamento
        A Vale, com apoio das Defesas Civis estadual e municipais, iniciou no dia 28 de outubro, o comissionamento dos sistemas de sirenes de barragens em Belo Vale, Ouro Preto, Itabirito, Congonhas e Nova Lima, em Minas Gerais. De acordo com as informações da empresa, ele consiste no acionamento das sirenes para teste técnico dos equipamentos - antes do toque, é emitida uma mensagem reforçando que se trata de um teste. Após esse primeiro acionamento do sistema, a Vale informou que vai manter uma rotina mensal de testes de sirenes, quando o som vai passar a ser de música instrumental. (Voz Ativa- Ouro Preto) 
     

  2. 2 mil empresas fizeram acordos 
        O acordo beneficia funcionários que tiveram redução da jornada de trabalho e de salário e os que tiveram a suspensão temporária de suas atividades. Devido à pandemia da Covid-19, a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia criou o "Benefício Emergencial de Prevenção do Emprego e da Renda (BEm)", instituído pela Medida Provisória 936, convertida na Lei 14.020, de 06 de julho de 2020. De acordo com o Painel Informativo do BEm, que é atualizado semanalmente, na cidade de Arcos foram realizados 2.517 acordos entre empresas e funcionários de abril a outubro deste ano. (Correio Centro-Oeste- Arcos) 
     

  3. Escola estadual consegue 3º em Prêmio 
        A escola estadual Augusto José Vieira de Conselheiro Lafaiete participou da etapa estadual do Prêmio Gestão Escolar, Edição 2020. Dentre 944 escolas participantes, ficou em 3º lugar. Esse Prêmio promove o reconhecimento da gestão escolar. A edição desse ano buscou destacar as práticas realizadas pelas escolas durante a pandemia, com professores, coordenadores e gestores que se reinventaram para continuar ensinando, mesmo com o distanciamento social. (Correio Online- Conselheiro Lafaiete) 
     

  4. Sete Lagoas lança  editais
         Após aprovação na Câmara Municipal e publicação da lei que autoriza abertura de crédito adicional especial no valor total de R$ 1.607.771,10, e o Decreto que regulamenta a Lei Aldir Blanc em Sete Lagoas, cinco editais de apoio à classe artística local foram publicados. A Lei Aldir Blanc foi criada com o intuito de promover ações para garantir uma renda emergencial para trabalhadores da Cultura e manutenção dos espaços culturais brasileiros durante o período de pandemia do Covid‐19. Com a regulamentação da lei a nível estadual, a Secretaria Adjunta de Cultura de Sete Lagoas elaborou cinco editais. (Boca do Povo- Sete Lagoas) 
     

  5. Araguari próxima da universalização 
        Foi divulgado pela Universidade Federal de Uberlândia, um estudo feito pelo Centro de Estudos, Pesquisas e Projetos Econômicos-Sociais e o Núcleo de Economia do Trabalho e Social, que são vinculados ao Instituto de Economia e Relações Internacionais da UFU, que apresentou dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento dos Serviços de Água e Esgoto e de Resíduos Sólidos, do Ministério do Desenvolvimento Regional. O estudo aponta o Ranking de Universalização do Acesso, dentre outros rankings, e diz respeito às regiões de Uberlândia, Uberaba e Patos de Minas.. (Gazeta do Triângulo- Araguari) 
     

  6. Produtores classificados para Concurso
        A Emater-MG divulgou a lista dos classificados para a segunda etapa do 17º Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais. Este ano a competição recebeu 1792 amostras concorrentes.  O Sul de Minas registrou o maior número de participantes, com 785 amostras. Em seguida, vieram as regiões das Matas de Minas (713), Cerrado Mineiro (239) e Chapada de Minas (55). Dentre os classificados estão, na categoria Café Natural, as amostras dos produtores Gabriela Silva Araújo Corrêa (Caratinga) e José Cirilo de Souza (São Domingos das Dores). (Diário de Caratinga) 
     

  7. Circuito conquista certificado
        O Circuito Turístico Serras e Cachoeiras recebeu o certificado “Boas práticas regionais no turismo 2020” pela Secretaria Estadual de Turismo de Minas Gerais. O certificado tem o objetivo de fomentar e incentivar práticas inovadores e sustentáveis nas atividades turísticas e o objetivo é também contribuir para o fortalecimento do turismo em Minas Gerais por meio da difusão de projetos que apresentaram bons resultados em sua aplicação em regiões mineiras. O Circuito foi premiado nas seguintes categorias: transformação digital; concurso de fotografia virtual; workshop para retomada com segurança e responsabilidade; programa agente de turismo rural. (O Vigilante Online- Leopoldina) 

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now