COLUNA MG

09 de Novembro

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Índice da cesta tem maior alta 
        O Índice da Cesta Básica em Varginha (ICB-UNIS), calculado pelo Departamento de Pesquisa do Grupo Unis, apresentou alta de 12,69% entre os meses de outubro e novembro deste ano. Foi a maior elevação do índice no ano de 2020 e a segunda maior desde o início da pesquisa em junho de 2018. As consideráveis elevações de preços em itens como tomate, batata e óleo de soja contribuíram muito para esse aumento. (Gazeta de Varginha) 
     

  2. Subseção da OAB é inaugurada
        A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Minas Gerais, através do presidente Raimundo Cândido Júnior – “Raimundinho”, inaugurou na comarca de Águas Formosas, que é composta por 07 municípios, a 245ª Subseção da OAB/MG, em solenidade virtual. Na mesma solenidade foi inaugurado o Juizado Especial Federal Virtual. A 245ª Subseção da OAB/MG vai funcionar na sala da OAB no Fórum da Comarca de Águas Formosas e o Juizado Especial Federal Virtual (JEF) vai funcionar na sede do Consórcio Intermunicipal de Saúde em Águas Formosas. (Diário Tribuna- Teófilo Otoni) 
     

  3. 233 pedidos de seguro-desemprego
        Depois de dispararem no primeiro semestre por causa da pandemia do novo coronavírus, os pedidos de seguro-desemprego de trabalhadores com carteira assinada continuam a cair no segundo semestre. Em outubro, o total de pedidos recuou 16,9% em relação ao mesmo mês do ano passado. Desde o início de junho, o indicador está em queda. Em outubro, 460.271 benefícios de seguro-desemprego foram requeridos, contra 553.609 pedidos registrados no mesmo mês de 2019. Ao todo, 60,7% dos benefícios foram pedidos pela internet no mês passado, contra apenas 3,4% em outubro de 2019. (Diário de Caratinga) 
     

  4. Unifal é a 2ª em transparência
        Em ranking organizado pela Controladoria-Geral da União (CGU) sobre a Transparência Ativa das instituições federais, a Unifal-MG ocupa a 2ª posição entre as Universidades Federais mais transparentes e a 11ª colocação entre os órgãos da Administração Pública Federal do Brasil. As informações estão disponíveis para acesso público no Painel da Lei de Acesso à Informação criado pela CGU. O "ranking da transparência" da CGU, conforme explicação da autoridade de monitoramento da Lei de Acesso à Informação e ouvidora da Unifal-MG, Profa. Kellen Rocha de Souza, foi elaborado a partir de questionário respondido pelas instituições na Plataforma Integrada de Ouvidoria e Acesso à Informação. (A Folha Regional- Muzambinho) 
     

  5. Dançaraxá 2020 começa hoje
        O Dançaraxá 2020 chega à sua 20ª edição com toda a tradição e competitividade que o fez tornar referência para milhares de dançarinos de todo o país. Neste momento de precauções pela pandemia do novo coronavírus, a organização optou pela realização do festival de forma 100% online e digital, inédito em edições anteriores, o que explora ainda mais o seu potencial e, também,  o talento de todos os competidores. E não é por acaso que o evento é uma referência para o setor da dança, ele possui uma das maiores premiações do Brasil, com um total de 7 mil reais em prêmios para os melhores bailarinos e melhores grupos. (Correio de Araxá) 
     

  6. Sebrae abre inscrições para Desafio
        Atento à necessidade de um novo cenário de desenvolvimento para o pós-pandemia na região do Vale do aço, o Sebrae Minas, com apoio da Vale e execução da Origem By Darwin, realiza a partir de dezembro o Desafio Recomece Vale do Aço. As inscrições estão abertas e se encerram no dia 22 de novembro. O programa é gratuito e visa estimular o empreendedorismo, a criatividade e a inovação, com o objetivo de fomentar a retomada da economia e a competitividade dos negócios no Vale do Aço. (Diário do Aço- Ipatinga) 
     

  7. Operação notifica 16 estabelecimentos
        Quarenta e dois estabelecimentos comerciais de Juiz de Fora foram vistoriados pelo Corpo de Bombeiros, nesta sexta-feira, 6, durante mais uma edição da Operação Alerta Vermelho. De acordo com a corporação, do total, 16 apresentaram irregularidades com relação às ações de segurança contra incêndio e pânico, resultando na aplicação de dez advertências e cinco multas. A corporação constatou que um dos estabelecimentos que apresentava irregularidades já está em processo de regularização. A operação teve início às 7h30, quando os militares receberam as últimas orientações dos procedimentos a serem adotados durante as vistorias nas edificações, como supermercados e mercados em geral. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora) 
     

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now