COLUNA MG

15 de Setembro

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Operação apura crime eleitoral
        
    Operação apura crime eleitoral
        A Polícia Civil de Minas Gerais, dentro do desdobramento da Operação Malebolge, realizou esta semana diligências  para verificar a utilização da máquina pública da Prefeitura Municipal de Araxá para favorecimento de grupos políticos. "Trata-se de um crime eleitoral, em que, por meio de solicitação e determinação de um ex-secretário municipal, fichas estariam sendo distribuídas dentro da Secretaria de Ação e Promoção Social, para que as pessoas se filiassem à determinada legenda política", contou o Delegado Presidente do Inquérito, Renato Alcino. (Correio de Araxá)
     
    Instituto recebe R$ 82,7 mil 
        O Instituto Federal do Norte de Minas teve uma proposta contemplada pelo Edital da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação, de apoio à criação de laboratórios de prototipagem na Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, chamados de IFMaker. Trata-se do Agro IFMaker - Aprender fazendo, do Campus Arinos, no valor de R$ 82.700. O objetivo dos laboratórios IFMaker é auxiliar os servidores no desenvolvimento da cultura learning by doing. (Gazeta Norte Mineira - Montes Claros)
     
    Festival de Inverno Virtual 
        Com o tema "Sou Minas Gerais", a 46ª edição do Festival de Inverno de Itabira - cidade berço de nascimento do poeta e jornalista Carlos Drummond de Andrade -, iniciado dia 11/9 e que termina 20/9 -, acontece de forma virtual, devido à pandemia do Covid-19 que já matou mais de 925 mil pessoas no mundo, das quais mais de 130 mil no Brasil. O evento encerra o melancólico ciclo de gestão da superintendente da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, Martha Mousinho. (Folha de Minas - Itabira).
     
    Décimo terceiro para 2021 
        O pagamento do 13º salário dos servidores municipais pode sofrer atraso. A possibilidade foi sinalizada pela Prefeitura de Juiz de Fora diante da incerteza sobre a situação financeira a partir de outubro, quando está previsto o término do auxílio recebido pela Lei Complementar que estabelece o programa de ajuda aos municípios para o enfrentamento à Covid-19. "Entre junho e setembro, recebemos cerca de R$ 15 milhões mensais provenientes da Lei Federal, o que nos deu maior segurança. No entanto, ainda não há nenhum indicativo de que ela será prorrogada", relatou Fúlvio Albertoni, secretário de Fazenda. (Tribuna de Minas - Juiz de Fora).
     
    Ação Solidária Dia das Crianças
        Ativa desde 2014, a "Campanha Solidária de Dia das Crianças" realizada pela Sommus Sistemas de Lagoa da Prata, está arrecadando doações para entidades do município, sendo elas Associação Sara Aparecida (ASA) - que atende em torno de 100 crianças - e Associação Municipal de Apoio As Vítimas de Violência (Amavi) - que atende 56 adolescentes de 10 a 17 anos. A campanha acontecerá até o dia 9 de outubro. Os interessados em contribuir doando leite, pacotes de doces, pirulitos, balas, bolachas, produtos de higiene pessoal e de limpeza. (Jornal Cidade MG - Lagoa da Prata).
     
    Acordo dá cestas para carentes
        O Ministério Público do Trabalho (MPT) viabilizou a destinação de R$ 100 mil em prol de famílias carentes do município de Buritizeiro e para melhorias estruturais no Centro Socioeducativo de Pirapora (CSEP). O recurso está assegurado em um acordo judicial firmado entre o MPT, uma empresa agrícola e seus quatro responsáveis, investigados por manter trabalhadores em condição análoga à de escravo em uma fazenda produtora de feijão. Do valor total, R$ 50 mil serão repassados ao projeto de segurança alimentar Mesa Brasil do Serviço Social do Comércio de Minas Gerais (Sesc-MG), que fará a distribuição de cestas básicas para famílias vulneráveis da região de Buritizerio. (Folha Regional - Taboeiras).
     
    Área Azul tem aplicativo em Uberlândia
        O sistema de estacionamento rotativo Zona Azul de Uberlândia passa a contar com um novo aplicativo: Faixa Azul Digital-Uberlândia. A mudança ocorre a partir deste mês com o objetivo de otimizar o serviço e o saldo existente dos usuários, que utilizavam o antigo aplicativo Fácil Estacionar, será transferido automaticamente para a nova plataforma. Além de fazer o pagamento pelo o aplicativo por meio do cartão de débito e crédito, boleto bancário, o usuário ainda pode pagar em dinheiro nos parquímetros instalados, diretamente com os monitores da Icasu. (Diário de Uberlândia).
     

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now