COLUNA MG

19 de abril

Rede de Notícias Sindijori MG

Caratinga terá recursos para leitos

Portaria do Ministério da Saúde autoriza leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), para atendimento exclusivo dos pacientes covid-19. Somente para o Casu-Hospital Irmã Denise, em Caratinga, serão destinados R$ 3.360.000 para o custeio de 70 leitos. Em coletiva de imprensa realizada na tarde de quinta-feira, 15, o secretário de Saúde Erick Gonçalves e a diretora administrativa do Casu, Raquel Carvalho, falaram sobre a capacidade assistencial do hospital e de 15 novos leitos que serão implantados. Erick destaca as ações que têm sido desenvolvidas no município, desde o início da pandemia de covid-19. (Diário de Caratinga)


 

Uberaba aplica 66% das vacinas

Pelo menos 1,5 milhão de pessoas no Brasil não voltaram aos postos de saúde para tomar a segunda dose do imunizante, deixando de cumprir o protocolo estipulado pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI). Em Minas Gerais são 89.122 pessoas que não cumpriram o esquema e não se imunizaram contra a covid, por não ter tomado a segunda dose. Em Uberaba, segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde são pelo menos 1.500, mas este número deve ser maior na avaliação das vacinas aplicadas. Uberaba recebeu 81.032 doses de vacina, imunizou com a primeira dose 40.735 pessoas e com a segunda dose 12.308. (Jornal de Uberaba)


 

Refis dará desconto de 90%

Contribuintes que possuem dívidas com a Prefeitura de Viçosa poderão ter, em 2021, mais uma chance de quitarem seus débitos com juros e multas menores. A Câmara Municipal de Viçosa aprovou, em reunião ordinária realizada na última terça-feira, 13, o Projeto de Lei (PL) que institui o Programa de Recuperação Fiscal do Município de Viçosa (REFIS IV), destinado a promover autocomposição entre o contribuinte e a Fazenda Pública através da regularização de créditos tributários e não-tributários do município, inscritos em dívida ativa, em fase de execução fiscal ou não. (Folha da Mata- Viçosa)


 

Criado programa de desburocratização

O prefeito Humberto Souto, de Montes Claros, publicou decreto que buscará dinamizar e desburocratizar o serviço público. Ele cria o “Programa Montes Claros Inteligente”, para promover a desburocratização e o aumento da eficiência administrativa e, para este fim, decreta: das disposições gerais Programa Montes Claros Inteligente, cujo objetivo é implementar regras que permitam a supressão ou a simplificação de formalidades ou exigências desnecessárias ou superpostas, cujos custos econômicos ou sociais, tanto para o erário como para o cidadão, sejam superiores a eventuais riscos de fraude ou aos ganhos sociais por sua não realização, promovendo, de tal modo, aumento da eficiência administrativa. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)


 

Acordo garante preservação

Dentro das ações de preservação do Programa Pró-Mananciais, mais três cidades da Gerência Regional Ubá (GRUA) deram um passo importante. As prefeituras de Cataguases, Leopoldina e Palma assinaram recentemente com a Copasa o Acordo de Cooperação Técnica (ACT). Com a assinatura do acordo, a Copasa vai custear o óleo diesel usado no abastecimento das máquinas e equipamentos das prefeituras que serão utilizados nos serviços de manutenção e melhoria das estradas rurais contempladas pelo Pró-Mananciais nessas localidades. (Jornal Leopoldinense- Leopoldina)


 

Lei obriga o uso de máscaras

Tramita na Câmara Municipal de Timóteo, um projeto de lei, enviado pelo Executivo, que torna obrigatório o uso de máscaras de proteção facial em todo o município, durante o estado de calamidade pública causado pela pandemia do Coronavírus (PL 4.319). O projeto, lido na última reunião ordinária do dia 15 de abril, agora será apreciado em comissão, para então ser votado em plenário. Com o recrudescimento da pandemia, agora com variantes do coronavírus Sars Cov-2, medidas como o distanciamento social e uso de equipamentos de proteção individual, como máscara, ganham força. (Diário do Aço- Ipatinga)


 

Ocupação de leitos tem redução

O número de pacientes internados permaneceu acima de 100 por muitos dias mesmo sendo aberto novos leitos clínicos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para o tratamento da covid-19 em Formiga. O casos ativos no município também ultrapassaram a maca de 100 casos diários, no entanto, as medidas rígidas impostas pela adesão da Onda Roxa já apresenta resultados no município. A melhora foi apresentada na taxa de ocupação de leitos clínicos e no número de casos positivos. Além da significativa queda no número de novos positivos, houve uma queda relevante no número de pacientes internados no município. (Jornal Cidade MG- Lagoa da Prata)

© 2021 Sindijori - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now