COLUNA MG

18 de novembro

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. PSD mais votado em Caratinga
         O PSD foi o partido mais votado em Caratinga, considerando votos nominais e de legenda. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O total foi de 5.734 e o partido fez três vagas na Câmara Municipal. Em seguida está o Avante, que obteve 4.632 votos e elegeu dois representantes no executivo. Com 4.403 votos, em seguida, está o PSL, que elegeu dois vereadores. O PP, com 4.317 votos, fez duas vagas. O DEM, com 4.311 votos também elegeu dois veredores. O Podemos, com a reeleição de uma vereadora, obteve 3.553 votos. (Diário de Caratinga) 


  2. Detran-MG prorroga cadastramento
        O Detran-MG prorrogou para esta quinta, 19, o prazo de cadastramento de interessados em participar dos leilões que vão ocorrer nos dias 30 de novembro e 1º e 2 de dezembro. São 1,9 mil veículos entre conservados, sucatas aproveitáveis e sucatas inservíveis que estão apreendidos nos pátios das empresas credenciadas. São automóveis, motos e veículos de cargas recolhidos em dez pátios, situados em Araxá (quatro), Ibiá, Nova Ponte (dois), Perdizes, Sacramento e Santa Juliana.. (Diário de Araxá)
     

  3. Metade ainda não foi vacinada 
        A três dias do encerramento da prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, Juiz de Fora alcançou cerca da metade do público-alvo, formado por crianças de 1 ano a 5 anos incompletos. De acordo com Prefeitura, até a tarde desta terça-feira, 17, a cobertura vacinal atingiu 47,7% da meta de doses. O percentual ainda está distante do ideal preconizado pelo Ministério da Saúde, que é de 95%. O objetivo é vacinar 24.033 crianças na cidade, mas até agora foram aplicadas apenas 11.463 doses. A campanha segue até sexta-feira, 20, e as doses estão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) (Tribuna de Minas- Juiz de Fora) 
     

  4. Pontuação máxima no ICMS Turismo
        O ICMS Turismo é um programa que concede incentivo financeiro às cidades mineiras para a implantação de projetos de desenvolvimento turístico local e regional. Na última quinta-feira, 12, foi divulgado o resultado definitivo das cidades e Barbacena classificou-se com nota máxima (10). Para ter o direito ao incentivo, o município deve, anualmente, enquadrar-se em algumas categorias, sendo a primeira delas a participação de um circuito turístico reconhecido pela Secretaria de Estado de Cultura e Turismo (Secult) de Minas Gerais, possuir uma política municipal de turismo elaborada e em implementação, além de possuir Conselho Municipal de Turismo (Comtur) e Fundo Municipal de Turismo (Fumtur). (Folha de Barbacena)
     

  5. Festa de Santa Clara no Calendário
        Na primeira sessão de novembro na Câmara Municipal de Uberaba, realizada segunda-feira, 16, os vereadores aprovaram projeto assinado por Rubério dos Santos, que altera a Lei Municipal nº 12.608/17, que dispõe sobre a Consolidação da Legislação Municipal do Calendário Popular, versando sobre a “Festa em devoção a Santa Clara”. Rubério explicou que o intuito da proposta é somente incluir a “Festa em devoção a Santa Clara” no Calendário Popular. (Jornal de Uberaba) 
     

  6. Alto índice de focos de dengue
        A Secretaria Municipal de Saúde de Sete Lagoas por meio do Centro de Controle das Arboviroses (dengue, chikungunya e zika vírus), realizou no fim de outubro o segundo Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti de 2020 (LIRAa). Esta é a segunda amostragem do ano para identificar o nível de infestação na cidade. O trabalho foi realizado entre os dias 19 e 23 de outubro e o resultado coloca Sete Lagoas em situação de alerta para uma nova epidemia de dengue em 2021. O índice geral do município está em 1,7% de infestação (Boca do Povo- Sete Lagoas)
     

  7. Cestas básicas são devolvidas
        O juiz eleitoral da comarca de São Lourenço, Fernando Antônio Junqueira, determinou nesta terça-feira, 17, a restituição de quase mil cestas básicas provenientes de programa social apreendidas na sede do Projeto Cres Ser e na creche Santa Marcelina para a prefeitura de São Lourenço. As apreensões foram realizadas simultaneamente nos dois locais onde estavam estocadas as cestas básicas por servidores do Cartório Eleitoral e Oficiais de Justiça. Na decisão judicial, consta que o Ministério Público Eleitoral (MPE) tomou ciência da existência de 450 cestas no Projeto Cres Ser e uma outra quantidade na Santa Marcelina. (O Popular Net- São Lourenço)
     

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now