COLUNA MG

20 de Agosto

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Comércio foi o que mais demitiu
    <j>    Com os impactos causados pelo coronavírus, o setor de comércio foi o que mais registrou demissões em Caeté. Entre janeiro e junho, houve 200 contratações e 244 demissões, um saldo negativo de 44 postos de trabalho com carteira assinada. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Outro setor afetado negativamente, entre janeiro e junho, foi a agricultura, com cortes de 13 empregos, saldo resultante de 5 admissões e 18 desligamentos.  (Jornal Opinião – Caeté)
     

  2. Bioinformática contra o covid
    Pesquisadores da Universidade Federal de Ouro Preto propõem uso da bioinformática para identificar e combater antígenos do novo coronavírus. O grupo já usa a técnica aplicada na busca de novas vacinas contra leishmaniose. A técnica é aplicada para identificar no genoma de patógenos (como o Sars-Cov-2) possíveis alvos antigênicos para potenciais vacinas contra doenças virais, bacterianas e parasitárias. (O Liberal – Itabirito)   
     

  3.  Construção Novas Pontes
    Para atender as comunidades rurais prejudicadas pelas cheias que ocorrem em ribeirões  no começo do ano, a Prefeitura de Manhuaçu realiza a construção de mais de dez pontes, em diferentes distritos. Com investimento total de R$ 1.803.968,41, as obras são executadas com recursos da Secretaria  Nacional de Proteção e Defesa Civil (SEDEC) e do próprio município. Estão sendo construídas pontes em várias comunidades do município. (Diário de Munhaçu).
     

  4. Prefeito e vereador  condenados 
        A 3ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) depois de um reexame necessário, decidiu por maioria reformar a sentença condenando o prefeito de Andradas, Rodrigo Aparecido Lopes e o ex-vereador Alexandre Cancherini por improbidade administrativa. A condenação envolve um caso ocorrido em 2013 de “realização de contratação direta sem prévia licitação”, segundo o TJMG. (Portal da Cidade - Andradas).
     

  5. Obras da ETE com atraso
        O Departamento Municipal de Águas e Esgotos de João Molevade (DAE) não conseguirá entregar a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Carneirinhos em 2020. A declaração é do diretor-geral da autarquia. Cleres Roberto Souza, que diz que a obra deverá se prolongar por, ao menos, um ano. No entanto, segundo Cleres, o DAE dispõe de todo o dinheiro necessário para entregar a estação pronta  e em plena capacidade de funcionamento. A obra está orçada em R$12 milhões dos quais R$4 já foram pagos. (A Notícia Regional - Monlevade).
     

  6. OAB de Formiga critica PL
        A 16º subseção da OAB de Formiga reagiu contra projeto de lei em tramitação na Câmara Municipal, que altera a acrescenta dispositivos na Lei que dispõe sobre o Serviço de Assistência Judiciária (Saj) e o estágio supervisionado obrigatório de Práticas Jurídicas de estudantes do Unifor-MG no âmbito da Câmara Municipal de Formiga. Os advogados entendem que a proposta viola prerrogativas do estatuto e regula a profissão e que, uma vez aprovada, provocará grandes e irreparáveis danos a classe. Na prática, o projeto de lei amplia e muito o número de serviços jurídicos (de natureza civil e criminal) que podem ser prestados gratuitamente. (Últimas Notícias - Formiga).
     

  7. Inadimplência do IPVA é alta
        A arrecadação do IPVA em Caratinga e região também tem sentido os impactos da pandemia. Conforme os dados de janeiro a31 de julho de 2020, a inadimplência cresceu se comparado ao mesmo período do ano passado. A frota de Caratinga é de 38.866 veículos com expectativa de arrecadação até o final do ano de R$21.651.723,00 já foram arrecadados até julho R$17.169.732,00 (o que corresponde a 79,30% já quitado). Já a frota da região (Caratinga + nove municípios) é composta por 67.798 veículos, com expectativa de arrecadar R$32.101.725,00. O arrecado até julho de 2020 foi R$25.461.033,00 (79,88%). (Diário de Caratinga).
     

  8. Doadoras de leite materno recebem máscaras especificas 
        As mães doadoras de leite materno foram homenageadas pela Santa Casa de Montes Claros com uma máscara especifica da campanha, como forma de marcar o Agosto Dourado, mês dedicado à intensificação das ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. A iniciativa é das equipes da Maternidade e Pediatria da Santa Casa de Montes Claros através  do Serviço de Incentivo ao Apoio ao Aleitamento Materno. (Gazeta Norte de Minas - Montes Claros).
     

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now