COLUNA MG

22 de abril

Rede de Notícias Sindijori MG

Secretaria inventaria itens turísticos

A Prefeitura de Divinópolis realizou o inventário de 435 itens turísticos da cidade. Este trabalho teve início no mês de março com a atualização do inventário, através do site do Portal Minas Gerais. Os itens inventariados se dividem em: informações básicas da cidade, meios de acesso ao município, sistemas de segurança, sistemas hospitalares, serviços e equipamentos de hospedagem, serviços e equipamentos de alimentos e bebidas, serviços e equipamentos de agências de turismo, serviços e equipamentos de transporte turístico e outros. (Gazeta do Oeste- Divinópolis)


 

PJF inaugura fórum permanente

A Prefeitura de Juiz de Fora, por meio da Secretaria de Turismo, lançou ontem o Fórum Permanente para a Retomada do Turismo. O projeto, anunciado nos cem dias de gestão da prefeita Margarida Salomão, envolve os atores locais na busca de soluções para mitigar os efeitos negativos causados no setor, em decorrência da pandemia da Covid-19. O evento contou com a presença da prefeita Margarida Salomão, o secretário de Estado de Cultura e Turismo, Leônidas de Oliveira, e o chef de cozinha Pablo Oazen, vencedor do programa MasterChef 2017 e proprietário do Restaurante Benza, em São Paulo, em roda de conversa. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)


 

Prefeituras vão conceder auxílio

O Auxílio Emergencial Municipal Temporário tem sido uma solução que algumas prefeituras da região Centro-Oeste de Minas Gerais têm buscado. Em Lagoa da Prata, o benefício foi aprovado pela Câmara de Vereadores no dia 7 de abril e tem como objetivo ser uma medida complementar e superior ao valor do auxílio emergencial do Governo Federal. Em Japaraíba, o projeto foi apresentado para a Prefeitura na última semana pela secretária de Assistência Social, Paula Tavares, mas ainda está sendo finalizado e a expectativa é de que seja aprovado em breve. (Jornal Cidade MG- Lagoa da Prata)


 

MOC com menos mortes

Montes Claros está entre as dez cidades do país que mais salvam pacientes acometidos pela Covid-19. O ranking, feito pela Consultoria Macroplan e divulgado pela Revista Exame, traz apenas duas cidades mineiras na classificação: a outra é Ribeirão das Neves, na Grande BH. A maior cidade do Norte de Minas aparece na sétima posição na recuperação de pacientes. Segundo o levantamento, a taxa de morte por 100 mil habitantes é de 102,1, com base em dados até 23 de março deste ano. Para se ter uma ideia da grandeza desse número, Manaus, que lidera o outro ranking, com maior taxa de óbitos, apresenta 382,5 mortes por 100 mil habitantes. (Jornal O Norte- Montes Claros)


 

Educação atividade essencial

Em sessão bastante polêmica, a Câmara Municipal de Poços de Caldas aprovou, por 10 votos a 4, o projeto de lei que torna a educação atividade essencial. Agora o projeto será encaminhado para o prefeito Sérgio Azevedo, que já sinalizou que vai sancionar. Durante a sessão legislativa, professores e representantes do Sindserv realizaram manifestação na porta da Câmara, com gritos de ordem e cartazes, protestando contra o projeto de lei que estabelece as atividades presenciais de educação infantil e fundamental como essenciais em períodos de calamidades públicas e sanitárias. (Jornal Mantiqueira- Poços de Caldas)


 

Caldas poderá ter auxílio

Famílias carentes da cidade de Caldas poderão receber um auxílio emergencial por parte da administração municipal. Prefeitura encaminhará projeto à Câmara Municipal para ser votado na próxima semana. Antes de finalizar o projeto e enviá-lo para votação, o executivo o apresentou aos vereadores para apreciação. Os valores e critérios utilizados na elaboração do projeto do Auxílio Emergencial Municipal foram detalhados pela equipe do CRAS. (Portal da Cidade- Andradas)


 

Barbacena receberá mais de R$ 96 mil

Barbacena receberá R$96.552,34 em recursos para o desenvolvimento de ações estratégicas de apoio à gestação, pré-natal e puerpério, que seria a fase pós-parto, tendo em vista o cenário emergencial da saúde pública nacional, decorrente da pandemia da covid-19. O objetivo é fortalecer e garantir o cuidado para com as gestantes e puérperas, além de aprimorar a busca ativa dos casos com suspeita de síndrome gripal, síndrome respiratória aguda grave e o monitoramento dos casos suspeitos e confirmados do vírus. (Folha de Barbacena)

© 2021 Sindijori - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now