COLUNA MG

27 de novembro

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Sistema indenizatório é implementado
        A Fundação Renova avança no pagamento de indenizações para casos de difícil comprovação pelos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão. Os atingidos do município de Itueta, no Vale do Rio Doce (MG), passaram a ter acesso ao Sistema Indenizatório Simplificado implementado a partir de decisão da 12ª Vara da Justiça Federal, após petição apresentada pela Comissão de Atingidos do município. Os valores variam de cerca de R$ 23 mil a R$ 567 mil, dependendo do dano sofrido. (Diário do Rio Doce- Governador Valadares) 
     

  2. PJF assina contrato com TV 
        A Prefeitura de Juiz de Fora (PJF) assinou, nesta quinta-feira, 26, o contrato para prestação de serviço de transmissão de TV de projetos educacionais direcionados aos estudantes da rede municipal de ensino. A assinatura foi realizada pelo prefeito Antônio Almas (PSDB) com a TV Diversa, vencedora do processo licitatório, que irá instalar o equipamento para o início das atividades, previsto para dezembro. O canal da TV Diversa, 41.2, é aberto e pode ser acessado de qualquer aparelho televisivo que receba sinal digital. Terá multiprogramação exclusiva para transmissão diária durante 24 horas. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora) 
     

  3. UFSJ conquista prêmio internacional
        O American Council On The Teaching Of Foreign Languages concedeu o prêmio ACTFL Global Engagement Initiative Award à Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ) pelas ações desenvolvidas no âmbito do Programa Flagship de Português, principalmente o curso de verão online que permitiu aos intercambistas a imersão em vários aspectos da cultura brasileira. O prêmio internacional busca reconhecer experiências inovadoras de ensino/aprendizagem de línguas que envolvem uma vasta gama de experiências de engajamento cultural para a construção de um currículo linguístico que ultrapasse a mera mobilidade acadêmica tradicional. (Folha de Barbacena) 
     

  4. Araguari permanece na Onda Verde 
        Permanecem na chamada Onda Verde, do plano Minas Consciente, as macrorregiões do Triângulo do Norte, Triângulo do Sul e Noroeste de Minas Gerais, pela terceira semana seguida, e vale lembrar que a cidade de Araguari faz parte da macrorregião do Triângulo Norte. O anúncio ocorreu nesta quarta, 25, através do Comitê Extraordinário Covid-19, do governo do Estado. A classificação vale por uma semana, a contar do próximo sábado, 28. Já a microrregião Araguari/Uberlândia foi classificada na Onda Amarela , mas pode seguir as determinações da Onda Verde, seguindo a classificação da macrorregião. (Gazeta do Triângulo- Araguari)
     

  5. OP ganha cabine no Copom
        Na semana que passou Centro de Operações Policiais Militares (Copom), recebeu uma chamada diferente, que era do chefe do Estado-Maior da PM, coronel Eduardo Felisberto, para marcar a criação, em Belo Horizonte, da cabine de atendimento do 52º BPM e 1ª Companhia PM Independente, que abrange Ouro Preto, Nova Lima e municípios vizinhos. Isso na prática, explica o comandante da Diretoria de Apoio Operacional (DOp), coronel Alexandre Magno, que agora todas as chamadas que caiam nos municípios que são atendidos pelas duas unidades. (Jornal Voz Ativa- Ouro Preto) 
     

  6. Andradas fecha com saldo positivo
        Andradas teve saldo positivo quanto à geração de empregos pelo terceiro mês consecutivo. De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), durante o mês de outubro, o saldo foi de +140 postos de trabalho. Conforme o Caged, em outubro Andradas teve a criação de 397 postos de trabalho com carteira assinada e o fechamento de 257, resultando em um saldo de +140. Entre os setores avaliados, Indústria (com +95) e Comércio (+43) foram os que alavancaram o resultado. (Portal da Cidade- Andradas) 
     

  7. Aphins é Criada em Nova Serrana
        A Associação do Patrimônio Histórico de Nova Serrana foi criada no município. A Aphins “é uma instituição sem fins lucrativos e de iniciativa privada, tem como objetivos: Promover a guarda de materiais, fotos, documentos, objetos e afins, que remetem à história local ou que dela seja testemunha; Prestar serviços, programas e projetos educativos, culturais e recreativos na perspectiva de preservação e divulgação da história local; Prestar serviços de assessoramento, capacitação e formação continuada no que se trata de atividades artísticas, educacionais e culturais sobre Nova Serrana...”. (O Popular NS- Nova Serrana) 
     

© 2021 Sindijori - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now