COLUNA MG

01 de Setembro

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Norte de Minas recupera empregos
    Após três meses de saldo negativo desde o início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o Norte de  Minas registrou em junho um saldo positivo no mercado formal de empregos e esta recuperação permaneceu em julho. A constatação é do Observatório do  Trabalho do Norte de Minas (OTNM), implementado  pela Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes).  Conforme o relatório, após a ampliação dos postos de trabalho em fevereiro, a partir de março, início  da pandemia, o saldo começou a ser negativo, o que perdurou até maio. Mas, em junho, depois de três meses de saldo negativo, houve saldo positivo. (Folha do Norte – Montes Claros)
     

  2. Baixa cobertura de vacina em Valadares
    De acordo com o último levantamento feito pelo Setor de Imunização no dia 26/08, apontou que 10,66% de pessoas estão imunizadas contra o sarampo em Governador Valadares. O objetivo desta campanha é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da Influenza no público-alvo para a vacinação. A meta da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio do Setor de Imunização, é que 90% das pessoas dos grupos sejam imunizadas. (Diário do Vale do Rio Doce)
     

  3. Dirigente aponta prejuízos da pandemia
    A pandemia do novo Coronavírus vem trazendo enormes prejuízos para a economia do país. Em Manhuaçu, cidade-polo para mais de 300 mil pessoas, também vem sofrendo com este cenário. O presidente da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de Manhuaçu (Aciam), Silvério Afonso, diz que a morosidade nas ações por parte dos governos federal, estadual e municipal, contra o novo Coronavírus, ajudaram a piorar a situação do município que já tinha sofrido com as enchentes em janeiro deste ano. (Diário de Manhuaçu)
     

  4. Ex-prefeito de Medina condenado
    O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) conseguiu na Justiça a condenação do ex-prefeito (gestão 2013-2016) e do ex-vice-prefeito (gestão 2009- 2012) de Medina por improbidade administrativa na contração direta, em 2012, e na renovação contratual, em 2013, de uma advogada para a prestação de serviços de assessoria e consultoria jurídica ao município. Os dois políticos e a advogada foram condenados ao pagamento de multa de R$ 32,5 mil (Diário Tribuna – Teófilo Otoni)
     

  5. Comércio abrirá de forma facultativa
    Abertura do comércio será facultativa no feriado da Independência  do Brasil, comemorado na próxima segunda-feira, dia 7 de setembro. De acordo com informações do Sindicomércio-MG, as lojas de rua poderão funcionar de forma facultativa em jornadas de seis ou oito horas. Para o segmento de gêneros alimentícios, o funcionamento também é facultativo. Já os shoppings centers estão com abertura permitida das 13h às 20h. Todo funcionamento está respaldado em convenção coletiva. (Jornal da Manhã - Uberaba).
     

  6. Hemominas estende atendimento
    A Fundação Hemominas anunciou nesta segunda-feira, 31, que o horário de atendimento ao público no Hemocentro Regional de Juiz de Fora será ampliado durante todo o mês de setembro. O atendimento aos doadores de sangue ocorrerá às segundas, terças e quartas-feiras, das 7h às 12h e das 14h às 17h10. Já às quintas, sextas e sábados, somente das 7h às 12h. Os interessados em doar sangue podem agendar a sua doação online ou pelo MGapp-Cidadão, aplicativo para smartphones que dá acesso a serviços públicos estaduais. (Tribuna de Minas - Juiz de Fora).
     

  7. Transferência indevida
    A Justiça Federal determinou que o servidor da Universidade Federal  de Itajubá (Unifei) Vinicius Rodrigues Costa de Oliveira volte a trabalhar no campus de Itajubá, depois de ser transferido à revelia para o campus de Itabira. O professor de educação física, que ocupa o cargo de técnico desportivo, na Unifei, havia sido transferido para Itabira em julho, de 2018. Ele alega que a transferencia ocorreu por conta de uma inimizade com o reitor Dagoberto Alves de Almeida. O relator acatou as alegações do servidor, afirmando que Oliveira não poderia ser removido para o campus de Itabira, já que estava em licença de saúde. (O Sul de Minas - Itajubá).

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now