COLUNA MG

03 de Maio

Rede de Notícias Sindijori MG

Indústria da comunicação busca investimentos

Minas Gerais quer mais competitividade para os setores da comunicação e do audiovisual. Na terça-feira, 30, empresários do segmento se reuniram na sede da Fiemg, em Belo Horizonte, pleitearam a descentralização dos investimentos publicitários da União e debateram sobre a tributação de plataformas e serviços digitais, como Facebook, Instagram, Netflix e Youtube. O debate foi promovido pela Câmara da Indústria da Comunicação da Fiemg. Para o presidente da Câmara e do Sindicato dos Proprietários de Jornais, Revistas e Similares do Estado de Minas Gerais, Rodrigo Fernandes, há perda de competitividade para as empresas brasileiras, uma vez que a publicidade em veículos impressos recebe uma taxação maior do que nas redes sociais e nas plataformas digitais. (Rede Sindijori)

 

Rede municipal vai receber repasse

Nove escolas conveniadas de Montes Claros do ensino infantil e especial vão receber R$ 4.974.221,58 para atender alunos da rede municipal de ensino, conforme projeto encaminhado pelo prefeito Humberto Souto e que deve ser votado na próxima terça-feira, 7, pela Câmara Municipal. Entre as instituições atendidas está a Casa da Juventude São Luiz Gonzaga, criada pelo padre Henrique Munoz e que conta com R$ 177.524,89. No ano passado a Prefeitura suspendeu o repasse para o ensino fundamental da referida instituição, o que gerou muita polêmica e exploração política. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

 

Projeto Ações Integradas é realizado

O Centro-Leste de Minas foi a primeira região onde aconteceu o projeto Ações Integradas. Entre os dias 22 e 26 de abril, as cidades de Ipatinga, Caratinga e Manhuaçu tiveram atividades intensas do Conselho. Empresas e instituições foram visitadas pela fiscalização, que solicitou dados da estrutura e cargos dos locais, a fim de identificar casos de profissionais que não estejam aptos a atuar nos campos da Administração. Já o Circuito Mineiro de Administração levou palestras a estudantes com o intuito de que os mesmos conheçam o CRA-MG e aprimorem conhecimento. (Jornal das Montanhas- Manhuaçu)

 

Linha de trem pode ser reativada

Deputados da Comissão Extraordinária Pró-Ferrovias Mineiras solicitaram, no último dia 24, que a Advocacia Geral do Estado (AGE) entre com uma ação judicial que obrigue a empresa Vale a reativar a linha férrea que liga Belo Horizonte a Ouro Preto e Mariana. O trecho conhecido como Linha Mineira seria uma alternativa segura ao trajeto, em resposta a ameaças de rompimento de barragens, como a de Maravilhas em Itabirito, que possam atingir a rodovia BR–356, que já passa por paralisações no tráfego desde o começo de 2019 devido ao risco de inundação. A ferrovia faz parte do pacote da privatização da empresa ainda na década de 90 e, originalmente, ligava a Região Metropolitana de Belo Horizonte ao Porto de Açu, no litoral norte do Estado do Rio de Janeiro, passando por Ouro Preto, Mariana, Itabirito e outros municípios do interior de Minas. (Portal da Cidade- Mariana)

 

Agência Regional do MTE pode ser extinta

A equipe de redação do Jornal Voz Ativa entrou em contato com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) em Ouro Preto (MG), na manhã da quinta-feira, 2, a fim de apurar os rumores da extinção da agência na cidade histórica. Rodrigo Rocha Gonçalves, chefe da agência do MTE, localizada na rua D. Vidal, n.83, confirmou uma possível extinção até o final de 2019. Gonçalves explicou que, “em alguns situações, caso a extinção se concretize, os usuários poderão recorrer ao Sistema Nacional de Emprego (SINE)”. A entrada no pedido de seguro-desemprego ou emissão de carteira de trabalho, por exemplo, podem ser realizadas no SINE. (Jornal Voz Ativa- Ouro Preto)

 

Santa Casa recebe projeto para prematuros

A Santa Casa de Misericórdia de Barbacena recebeu no, último sábado, 27, mais de 80 polvos de crochê, do projeto Octo. Os donativos foram distribuídos pela coordenadora e implementadora do projeto em Barbacena, Maria Sônia Barbosa da Silva, que há exatos dois anos trabalha no movimento. Os polvos de crochê são usados dentro das incubadoras junto aos bebês prematuros da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal. Para produzir os bonecos são necessárias linhas 100 % de algodão, sendo oito tentáculos de 22 centímetros de comprimento, capazes de envolver o bebê. (Folha de Barbacena)

 

Mutirão para união estável vai ser realizado

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais, através do Centro Judiciário de Solução de Conflito e Cidadania (CEJUSC) em parceria com a prefeitura por meio da secretaria do Trabalho e Ação Social vão promover pela segunda vez em Araguari, um mutirão de audiências para conversão de união estável em casamento. Este projeto tem como objetivo regularizar a situação de pessoas que vivam em união estável, fortalecer os vínculos familiares, bem como facilitar o acesso desses casais aos serviços públicos. A secretaria do Trabalho e Ação Social está promovendo a entrega dos convites aos cônjuges que vão ser beneficiados nesta ação. (Gazeta do Triângulo- Araguari)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now