COLUNA MG

04 de Maio

Rede de Notícias Sindijori MG

Timóteo fará revisão do Plano Diretor

A licitação para a contratação de empresa responsável pela revisão do Plano Diretor de Timóteo está marcada para o dia 14 de maio, às 13h30. Objeto de cobrança judicial por meio de uma Ação Civil Pública (ACP), o município há anos se encontra em atraso na revisão do seu Plano Diretor que, de acordo com o Estatuto das Cidades, deve ser revisado no máximo a cada dez anos, prazo vencido em 2014, informa a administração municipal. (Diário do aço – Ipatinga)

 

Projeto de isenção de taxa é aprovado

A Câmara Municipal aprovou na reunião ordinária da última terça, 30, o projeto de autoria do vereador Robson Magela (PRB) que garante a isenção da Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública para os moradores de Araxá que tiverem instalados em sua residências máquinas ou aparelhos indispensáveis à manutenção da vida, que consumam energia elétrica. Quem se enquadrar fica isento de pagar essa taxa municipal cobrada na conta da Cemig. O projeto foi aprovado por 9 votos a 3. Ao defender o projeto, Robson explicou que o consumo de energia elétrica de máquinas e aparelhos indispensáveis à manutenção da vida é muito elevado. (Diário de Araxá)

 

Gasolina de Uberaba tem valor superior

Levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) aponta que a região Norte de Minas Gerais tem a média do litro da gasolina mais alta no Estado. Em Uberaba, onde os consumidores reclamam dos preços praticados no município, o último levantamento realizado pelo Procon, divulgado em 29 de abril, aponta valor médio de R$4,97. Está acima do praticado no Estado, que é de R$4,79, e do valor nacional, que é de R$4,50. Em Belo Horizonte ficou em R$4,71, em média. O valor mais alto da gasolina verificado ontem pelo Estado de Minas foi em Espinosa – cidade de 31,6 mil habitantes, historicamente castigada pela seca. (Jornal da Manhã- Uberaba)

 

Formiga tem maior preço médio de combustível

Formiga registrou o maior preço médio da gasolina dentre os municípios pesquisados pela Agência Nacional de Petróleo (ANP) no Centro-Oeste de Minas em abril. De acordo com informações do portal G1, as pesquisas da ANP foram realizadas ao longo do mês de abril em Bom Despacho, Divinópolis, Formiga, Itaúna, Oliveira e Pará de Minas. No dia 13 de abril, o preço médio da gasolina em Formiga era R$ 4,818. Contudo, ao final do mês, o valor médio do combustível encontrado na cidade foi de R$ 4,836. O segundo maior preço médio da região foi registrado em Oliveira, onde a gasolina era vendida, em média, a R$ 4,816 em abril. Em terceiro lugar está Pará de Minas, com preço médio de R$ 4,798. (Jornal Nova Imprensa- Formiga)

 

Santa Casa pode fechar se não receber apoio

A situação financeira da Santa Casa de Arcos é preocupante e existe o risco de fechamento. Em 3 de abril deste ano, a dívida já superava R$2 milhões (R$2.651.503,71). São débitos com fornecedores, empréstimos (bancos), impostos; contas de água, energia elétrica e telefone; médicos (dívida que vem se arrastando desde 2016) e funcionários (valor referente ao Vale Alimentação em atraso há dois meses). Só para os médicos, a Santa Casa deve mais de R$1 milhão. Segundo o gerente administrativo, Roberto Miranda, os fornecedores já estão suspendendo as entregas até que sejam quitados os débitos em atraso. (Jornal Correio Centro-Oeste- Arcos)

 

Campanha para negociar dívidas é feita

Contribuintes de Leopoldina em débito com o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) vão ter a chance de entrar em um acordo com o município para, de maneira facilitada, saldar suas dívidas. Por meio do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da comarca, vão ser realizadas este mês audiências de conciliação para negociar os débitos, antes que se tornem um processo na Justiça. A campanha de executivos fiscais acontece em três etapas. (Jornal O Vigilante Online- Leopoldina)

 

Lideranças visitam obras de nova adutora

Uma comissão de representantes dos poderes Executivo e Legislativo visitou, na semana que passou, uma das frentes de trabalho da nova fase de execução da obra da adutora de Governador Valadares. Representantes da Fundação Renova, responsável pelo trabalho, também acompanharam a visita. A segunda frente de trabalho, visitada ontem pela comissão, está localizada em uma área entre o aeroporto e a linha férrea e conta, atualmente, com 500 metros de tubos já instalados, dos 2,3 quilômetros previstos para o trecho. O outro trecho, não visitado, está localizado na rua Cícero Siqueira, no bairro Santa Rita, com a instalação de 300 metros de tubos. Cerca de 100 homens estão trabalhando na execução dos trabalhos. (Diario do Rio Doce – Governador Valadares)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now