COLUNA MG

11 de Janeiro

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Hospital faz parceria com cartório 
    O Mário Palmério Hospital Universitário (MPHU) e o Cartório de Registro Civil das Pessoas Naturais de Uberaba passaram a realizar o registro e a emissão da Certidão de Nascimento de bebês internados na unidade. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, no período da manhã, na recepção do bloco E. O serviço é oferecido tanto para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) como para convênio e particular. (Jornal de Uberaba)
     

  2. Saúde melhora em Alfenas
     Os atendimentos gratuitos de saúde em Alfenas, ganharam qualidade desde que o Instituto de Medicina Estudos e Diagnósticos (IMED) assumiu a gestão de 13 unidades municipais. É o que diz a pesquisa estadual da Secretaria de Saúde de Minas Gerais e o Ranking Connected Smart Cities 2019, feito pela consultoria Urban Systemse e divulgado anualmente para medir o potencial de desenvolvimento das cidades brasileiras. O município, de 80 mil habitantes, está entre os dez melhores do Brasil em saúde pública e é a primeira entre as cidades de 50 mil a 100 mil habitantes. (Folha Mineira – Três Corações)
     

  3. Uemg abre inscrições e tem bônus regional
    Têm início no próximo dia 21 de janeiro as inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação (MEC) para interessados em concorrer às vagas em universidades públicas de todo o país. A Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg) é uma dessas instituições e oferece oportunidade de formação superior gratuita em 116 cursos, em 16 cidades mineiras. A novidade deste ano é que os alunos que moram a até 150 quilômetros de distância de uma das unidades acadêmicas da Uemg poderão aderir ao programa de bonificação regional, que garante 15% a mais na nota para o processo do vestibular. A modalidade está disponível apenas por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). (Diário do Aço – Ipatinga)
     

  4. Agentes começam atuar em Monlevade
    A Superintendência Regional da Polícia Rodoviária Federal em Minas Gerais está recebendo policiais recém-empossados na instituição. Ao todo, 20 novos Policiais Rodoviários Federais estão iniciando suas atividades no estado. Eles serão lotados nas delegacias de João Monlevade, Paracatu e Teófilo Otoni. Os novos agentes já participaram de atividades de integração, em que foram apresentados à estrutura administrativa da PRF. Os novos policiais receberam instruções sobre as diversas áreas da PRF em Minas e passarão por processo de ambientação operacional na Delegacia Metropolitana da SRPRF em Minas Gerais. (Bom Dia – João Monlevade)
     

  5. Vigilância em alerta contra a dengue
    A Vigilância em Saúde não baixou a guarda para o mosquito da dengue e já começa o ano de 2020 em alerta, a fim de combater a proliferação do mosquito e evitar que o ano de 2019, quando foi registrado um recorde de notificações, não se repita. Embora já esteja mais atenta à questão, a coordenadora da Vigilância em Saúde em São Sebastião do Paraíso, Daniela Cortez, ressalta que até o momento, a situação está controlada e muito diferente do que foi registrado na primeira semana de janeiro de 2019, quando 36 casos foram notificados. (Jornal do Sudoeste – São Sebastião do Paraíso)
     

  6. Pouso Alegre vai acabar com apostilamento
    A prática do apostilamento no serviço público está com os dias contados, se aprovada a emenda à Constituição Federal referente à Reforma da Previdência. A emenda altera o Art. 39 da Constituição e extingue o apostilamento no serviço público da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. A Prefeitura de Pouso Alegre anunciou que deverá se adequar à Reforma da Previdência e abolir a prática do apostilamento no serviço público municipal. No Município de Pouso Alegre os servidores apostilaram recebendo quantia equivalente ao subsídio dos Secretários Municipais. (Jornal da Cidade – Pouso Alegre)
     

  7. Dinheiro do Viva Mariana Rodeio parado
    O Viva Mariana Rodeio Show 2019 cobrou o valor de 10 reais no ingresso e o a Prefeitura afirmou que o dinheiro seria repassado as instituições e projetos filantrópicos de Mariana. A quantia foi depositada na conta da Apae-Mariana para que a instituição fizesse o repasse as outras na medida em que comprovassem estar aptos a receber a verba. Porém, alguns projetos continuam em debito com as documentações e o dinheiro está parado na conta da Apae, informações confirmadas pela própria instituição e pela Prefeitura de Mariana. (Jornal Ponto Final – Mariana)
     

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now