COLUNA MG

13 de Março

Rede de Notícias Sindijori MG

MP recomenda evacuação em Congonhas

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), da comarca de Congonhas, expediu na terça-feira, 12, recomendação para que a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) providencie moradias provisórias para habitantes de aproximadamente 600 casas do município que estão ameaçadas pela barragem Casa de Pedra, em Congonhas. A CSN afirmou que não vai se manifestar, por ora, sobre a recomendação. A promotoria de Congonhas recomenda que a CSN retire os moradores dos bairros Cristo Rei e Residencial Gualter Monteiro, “que assim desejarem”, forneça aluguel no valor de R$ 1,5 mil para cada núcleo familiar, além de arcar com todas as despesas das mudanças. (Folha de Barbacena)


Turmalina terá curso para capacitação

A cidade de Turmalina, no Vale do Jequitinhonha, será palco, entre os dias 18 e 19 de março, do curso “Líder Coach”. O evento é uma iniciativa do Sebrae Minas em parceria com a Associação Comercial e Empresarial de Turmalina (ACE), que tem como objetivo capacitar os participantes a adotar as técnicas e ferramentas do coach na busca da alta performance de suas equipes. A proposta do curso é fazer com que os empreendedores possam participar diretamente no desenvolvimento individual dos colaboradores de sua equipe e, dessa forma, consigam reconhecer potenciais talentos e desenvolver competências. (Diário Tribuna – Teófilo Otoni)

 

Bairros e distritos recebem pré-conferências

“Uma das áreas de maior carência de atenção, investimento humano e financeiro é a saúde. E ela é formada por diversas frentes de trabalho, bem como diversas organizações que auxiliam sua administração”. Com esta afirmação, a prefeitura de Caratinga anuncia o início das pré-conferências de saúde nos bairros da cidade. Uma das organizações que contribuem na administração da saúde é o Conselho Municipal de Saúde, formado por representantes da sociedade civil e do executivo. Outra organização que visa desenvolver melhorias para a saúde pública é a Conferência Municipal de Saúde. (Diário de Caratinga)

 

Juiz de Fora tem quatro casos de meningite

Quatro casos de meningite bacteriana foram registrados em Juiz de Fora neste ano. Embora não tenham sido registrados óbitos em 2019, no ano passado a doença matou três pacientes e outros 22 casos foram notificados, conforme informou a Secretaria de Saúde (PJF). Considerada grave pelo Ministério da Saúde e por especialistas, a doença decorre de um processo inflamatório das meninges – membranas que envolvem o cérebro e a medula espinhal. Nas formas mais graves, pode levar ao óbito. Contudo, os tipos da doença causados por agentes infecciosos bacterianos podem ser prevenidos por meio da vacinação. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

 

Uberaba registra 1.545 casos de dengue

Minas Gerais confirmou duas mortes por dengue em 2019. Os óbitos foram registrados em Uberlândia e em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Há ainda 18 mortes por suspeita da doença em investigação no Estado, mas nem um dos casos é referente a Uberaba. Até o momento a cidade não teve óbitos confirmados por dengue ou causados por sintomas relacionados à doença. Entretanto, dois casos de pacientes residentes de Campo Florido e Veríssimo foram encaminhados para tratamento em Uberaba e estão entre as mortes em investigação por suspeita de dengue. Apesar de não registrar óbitos, Uberaba tem 1.545 pacientes notificados com suspeita de dengue. (Jornal da Manhã- Uberaba)

 

Mulheres se destacam na produção de café

A Secretaria de Agricultura Pecuária e Abastecimento (Seapa), de Minas Gerais, por meio da Emater-MG e do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), realizam o programa Certifica Minas Café, com o intuito de estimular os produtores a adotarem boas práticas de produção e uma gestão moderna da propriedade, agregando valor ao café mineiro. Santa Rita do Sapucaí, no Sul de Minas, conta com um grupo de 15 mulheres empreendedoras que estão investindo na cafeicultura do município. O trabalho desenvolvido por elas envolve a produção no campo, abertura de cafeterias, exportação do produto e até o turismo rural em fazendas de café, com o apoio do programa Certifica Minas Café. (Correio do Sul- Varginha)

 

Assistência veterinária gratuita reiniciada

O serviço de Assistência Veterinária gratuita do programa 'Muriaé Mais Leite' reiniciou, nesta segunda-feira, 11, e volta a auxiliar os pequenos produtores rurais do município. O benefício oferecido pela Prefeitura consiste em visitar o homem do campo e oferecer assessoria para o manejo reprodutivo, colaborando com o crescimento da qualidade leiteira na região. O programa disponibiliza sete veterinários para atender a 220 produtores rurais cadastrados. Os profissionais prestam assistência clínica, reprodutiva (para incentivar a melhoria do gado e ampliar a produção leiteira), ensinam a aplicar as vacinas adequadas e a periodicidade com a qual elas devem ser utilizadas, mas também realizam pequenas cirurgias nos animais. (Gazeta de Muriaé)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now