COLUNA MG

15 de Agosto

Rede de Notícias Sindijori MG

Prefeitura de Caeté implanta castramóvel

A Prefeitura de Caeté, por meio da Secretaria de Saúde, vai realizar processo licitatório para a compra de um castramóvel, que é uma unidade móvel (trailer) de castração de animais de pequeno porte (cães e gatos). Segundo o Secretário de Saúde Alisson Marques, Caeté recebeu um recurso federal no valor de R$120 mil reais, oriunda de emenda parlamentar do ex-deputado Laudívio Carvalho. A castração é de suma importância para controlar a natalidade dos animais e para gerir a saúde pública com menor custo e maior eficiência. (Jornal Opinião – Caeté)

 

Amapar vai implantar inspeção em Patos

A Amapar deu mais um importante passo na implantação do Serviço de Inspeção Regional (SIR). Durante a última Assembleia, técnicos do Sebrae e Emater novamente estiveram presentes na sede da Associação para dar suporte à proposta, que tem como objetivo fomentar o comércio de produtos de origem animal em toda região. A reunião contou ainda com a participação do coordenador do Serviço de Inspeção Municipal de Patos de Minas (SIM), Pedro Rogério Pinheiro, que explanou aos prefeitos e secretários presentes sobre os procedimentos necessários para implantação do SIR. (Folha Patense)

 

JF cai no ranking de preço de combustível

No último ano, Juiz de Fora teve uma queda significativa no ranking das cidades mineiras com valor ‘mais baixo de combustível. Dos 58 municípios mineiros avaliados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Juiz de Fora ocupava, em agosto de 2018, a segunda posição no preço do etanol, enquanto, em 2019, caiu 19 posições, atingindo a 21ª. Já em relação aos valores de gasolina praticados, o município, que estava em terceiro lugar em agosto de 2018, ocupa a 17ª posição este ano. Apesar da queda em ambos os rankings, a colocação registrada neste mês não foi a pior ao longo do ano. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

 

Centro de atenção a surdos corre risco

O Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e de Atendimento às Pessoas com Surdez de Montes Claros corre o risco de perder o prédio onde realiza suas atividades. O espaço deve ser cedido à Unimontes, para que a universidade possa usar como almoxarifado. A previsão é que o centro seja transferido para a Escola Estadual Dulce Sarmento. Na tarde de quarta-feira, 14, representantes da comunidade surda em Montes Claros, juntamente com o diretor da Sind-Ute subsede Montes Claros, Leonardo Andrade, se reuniram com o presidente da Comissão de Educação da Câmara de Montes Claros, Daniel Dias. (O Norte- Montes Claros)

 

Infestação de dengue atinge nível médio

A Prefeitura de Divinópolis, pela Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), junto à Diretoria de Vigilância em Saúde, divulgou resultado do Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) realizado no município. Os dados da pesquisa foram colhidos no período de 5 a 9 de agosto deste ano. No total, 4.948 imóveis foram visitados para recolhimento de amostras. O índice de infestação médio do município é 1,2%, valor correspondente a risco médio, segundo parâmetro técnico do Ministério da Saúde. Cinquenta e oito imóveis com focos de dengue foram encontrados. Destes, todos correspondem a residências, e lotes vagos não representaram nenhum risco. (Gazeta do Oeste- Divinópolis)

 

Ônibus contarão com reconhecimento facial

A empresa responsável pelo transporte coletivo em Formiga, a Viação Campo Belo, apresentou nessa terça-feira, 13, os novos ônibus que vão compor a frota da empresa. A nova frota é composta por quatro veículos modernos que vão contar com sistema de reconhecimento facial. A tecnologia vai ser utilizada no controle do acesso de passageiros que utilizam o transporte gratuitamente. Além disso, os veículos vão contar com elevadores para cadeirantes e área reservada a pessoas com necessidades especiais. Cadeiras acolchoadas e campainhas em diversos pontos prometem oferecer maior comodidade para os passageiros. (Nova Imprensa- Formiga)

 

Conselho discute proposta para ampliar

O Conselho Municipal de Esporte de Mariana discutiu em sua última reunião, no dia 7 de agosto, sobre uma possível alteração na Lei Municipal N°3.204, referente ao Programa Municipal de Apoio à Prática Desportiva, o Bolsa Atleta. O ponto a ser modificado é relativo ao artigo 4°, capítulo I, que até então estabelece que o atleta beneficiado deve “possuir idade mínima de 12 (doze) anos e máxima de 40 (quarenta) anos, contemplados até 31 de dezembro do ano em curso”. A nova proposta tem como objetivo ampliar ainda mais o programa, contemplando também adultos maiores de 40 anos. O projeto vai estabelecer também novos critérios qualitativos para a seleção dos atletas. (Portal da Cidade- Mariana)

 

Lei possibilita atletas a provas de rua

Foi sancionada Lei Municipal de autoria do vereador Raphael Rios, que “Institui o Programa Inscrição Inclusiva em Araxá”. A lei estipula a obrigatoriedade a empresas e organizadores de eventos de corrida, caminhada e ciclismo de rua, a reservarem gratuitamente 5% da cota máxima de inscrições para atletas de baixa renda do município. Para obter o benefício, o atleta deve apresentar comprovantes de inscrições em programas sociais governamentais, ser alunos de escolas e universidades públicas e/ou atestado de pobreza. (Diário de Araxá)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now