COLUNA MG

16 de Março

Rede de Notícias Sindijori MG

Sindicatos aderem ao Fiemg Competitiva

Dez sindicatos filiados à Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais – Regional Vale do Rio Grande aderiram ao programa “Fiemg Competitiva”. Serão ofertadas consultorias em gestão, processos produtivos, encontros de mercado, tecnologias e inovação não só para as indústrias associadas, mas também para os sindicatos. “O programa prevê subsídio de até 90% das ações realizadas nas Regionais ou nas próprias indústrias participantes. É a evolução do Programa de Competitividade Industrial Regional (PCIR) “, explica a analista de Projetos da Fiemg, Ana Carolina da Silva Cristiano. (Jornal de Uberaba)

 

UFJF deixa de receber verba para pesquisa

Dirigentes de instituições públicas de ensino superior de Minas Gerais e de associações científicas estão preocupados com o futuro da pesquisa no Estado, diante dos cortes orçamentários enfrentados nos últimos anos pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig). Os contingenciamentos financeiros pelos quais passa a fundação já afetaram o cotidiano da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Nos últimos anos, a instituição deixou de receber da Fapemig repasses que totalizam R$ 23.681.650,93, comprometendo pesquisas científicas já em andamento na cidade. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

 

Nova licença ambiental é obtida

A Prefeitura de Arcos, através da Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura obteve no último dia 11 de Março de 2019, a nova licença ambiental de operação do Aterro Sanitário Municipal. A nova LOC - Licença de Operação Corretiva tem uma validade de 10 anos. O Aterro Sanitário Municipal de Arcos foi inaugurado em 2001, sendo considerado um dos mais modernos no país. Porém em 2011 após o não cumprimento de condicionantes exigidas pelo órgão ambiental estadual, a licença de operação foi cancelada e um TAC - Termo de Ajustamento de Conduta foi celebrado entre o Município e a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. (Correio Centro Oeste- Arcos)

 

Ação ambiental leva melhorias à escola

Uma ação ambiental abriu a Semana Mundial de Rotaract em João Monlevade, quando os voluntários da entidade realizaram ações de melhorias na Escola João XXIII, que fica na Serra do Egito. A iniciativa foi em parceria com a Sênior Consultoria Ambiental, empresa júnior de consultoria ambiental da Faculdade de Engenharia da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), unidade de João Monlevade. A ex-consultora da Sênior, geógrafa do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG), pedagoga e graduanda em Engenharia Ambiental pela Uemg, Kelly Mesquita Clemente, coordenou a iniciativa. (Jornal A Notícia- João Monlevade)

 

LP é a primeira cidade a receber o fumacê

Teve início na última terça-feira, 12, a aplicação de nebulização em Ultra Baixo Volume (UBV), mais conhecido por fumacê. Lagoa da Prata é a primeira cidade da região a receber a aplicação do produto para o combate ao mosquito Aedes aegypti. A aplicação está sendo intensificada no bairro Marília, onde tem maior índice de infestação do mosquito e casos de chikungunya. Em 2019, Minas Gerais registrou mais de 17 mil casos prováveis de dengue, conforme informou a Secretaria de Estado de Saúde (SES). (Jornal Cidade MG- Lagoa da Prata)

 

Pará de Minas sedia evento cultural

Começou na sexta-feira, 15, em Pará de Minas, o InMinas. Trata-se de um conjunto de eventos voltados para os artistas cênicos ou interessados em conhecer e participar da cena cultural mineira. O evento, que terá duração de três dias, já passou por Sete Lagoas e apresentou palestras e apresentações artísticas, entre outras atrações. Sobre o assunto, a reportagem do Jornal da Cidade conversou com a diretora teatral do Grupo Iluminnart e gestora do Teatro Municipal Geraldina Campos de Almeida, Isabel Faria. Em entrevista, ela destaca a participação do grupo que gerencia no INMINAS e a realização do projeto em Pará de Minas (JC Notícias- Pará de Minas)

 

Casos de dengue em dois meses superam os de 2018

O número de casos prováveis de dengue registrados em Minas nos últimos meses de janeiro e fevereiro ultrapassa em 42% o total de ocorrências no ano passado. São 42.696 notificações contra 30.022 nos 12 meses de 2018. Quadro caracteriza 2019 como um ano epidêmico e deixa o Estado em situação de alerta. Segundo a coordenadora do Programa Estadual de Controle das Doenças Transmitidas pelo Aedes, Márcia Ooteman, além das temperaturas elevadas e das chuvas, que criam um cenário favorável à proliferação do mosquito, neste ano há ainda um fator que colabora para o aumento dos casos – a circulação predominante do sorotipo 2 do vírus, para o qual a população ainda não está imunizada. (Jornal O Norte- Montes Claros )

 

Pesquisador francês faz palestra gratuita

Pesquisador da relação de estudantes com o aprendizado, o saber e a escola, o professor francês Bernard Charlot, referência mundial na área de educação, vai estar em Betim, na próxima terça-feira, 19, para ministrar palestra no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG). O docente será o responsável pela aula magna da Pós-graduação em Docência direcionada aos professores da instituição. (Tribuna de Betim)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now