COLUNA MG

17 de Janeiro

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Gardênia vende diversas linhas no Sul
    A Expresso Gardênia vendeu nos últimos meses várias de suas linhas de trajeto curto no Sul de Minas. Segundo a Gardênia, as vendas fazem parte de uma estratégia de capitalização da empresa. Na terça-feira, 14, aconteceu a venda mais recente: as linhas que ligam Ouro Fino a Monte Sião e Bueno Brandão. A compradora foi a Expresso Inconfidentes. As primeiras a serem vendidas na região foram as linhas Pouso Alegre x Vila Passa Quatro, e outras da região de Bragança Paulista, Toledo, Munhoz e Jacutinga. Todas acima para a Max Tour. Já a empresa Venetur adquiriu as linhas Itajubá a Maria da Fé e a Brasópolis, e as que ligam Pouso Alegre a São Sebastião da Bela Vista e a Paraisópolis. ((Diário Regional – Pouso Alegre)
     

  2. Gás de cozinha está mais barato em Poços
    O Procon/Poços divulgou a pesquisa mensal de preços do botijão de 13 quilos do gás de cozinha vendido na cidade. É a primeira pesquisa do ano. O preço do gás de cozinha caiu 2,98% para a retirada no depósito. Já para a entrega em domicílio, o preço caiu 1,48% em relação à pesquisa realizada em 16 de janeiro de 2019. Foram pesquisados 15 estabelecimentos em Poços. Como faz sempre o Procon também divulgou a variação. Para a retirada no depósito, os preços variam entre R$ 65  e R$ 70. Na venda em domicílio, os valores ficam entre R$ 75  e R$ 80. (Jornal da Cidade – Poços de Caldas)
     

  3. 4,5 mil downloads do ‘Preço Bomba’
    O aplicativo "Preço Bomba", que monitora o preço de combustíveis em Uberba, foi lançado há pouco mais de uma semana, já apresenta grande adesão por meio dos consumidores. Até nessa quarta-feira foram feitos 4.513 downloads. O app foi lançado no dia oito de janeiro.De acordo com o presidente da Codiub - Inteligência Digital, Denis Silva, foram poucos relatos de bug, que já foram resolvidos pela companhia, e o Procon está atualizando o sistema. Silva ainda ressaltou que que seria interessante se os postos pudessem atualizar os dados/preços e que aqueles que se interessarem podem procurar a Codiub para fazer essa atualização para ficar em tempo real. (Jornal da Manhã – Uberaba)
     

  4. Timóteo aciona Semad contra a Copasa
    O prefeito de Timóteo, Douglas Willkys, teve uma agenda quinta-feira em Belo Horizonte para tratar sobre a questão da tarifa de esgoto e do aumento das contas de água pela Copasa em Timóteo. O governo antecipou que irá protocolocar na Justiça da comarca uma Ação Civil Pública (ACP) contra a cobrança, considerada abusiva, da taxa de esgoto pela concessionária do serviço público. Na ACP, baseada no direito do consumidor, será solicitado à Justiça o pedido de uma liminar para suspender a taxa e realizar uma perícia para apurar se de fato está sendo feita a coleta de esgoto e em quais locais. (Diário do Aço – Ipatinga)
     

  5. Vale pode assumir obras do hospital 
    A construção do Hospital Regional Divino Espírito Santo pode ter encontrado um aliado inesperado para enfim ser retomada. De acordo com o vice-prefeito, Rinaldo Valério, a mineradora Vale deve assumir a responsabilidade das obras, que estão paradas desde 2016. Ainda conforme Rinaldo, a ação é compensatória ao Estado, devido aos estragos provocados pelo rompimento de uma barragem da Vale em Brumadinho. O desastre matou cerca de 250 pessoas e provocou um prejuízo milionário para a cidade e todo o estado. Apesar da informação de Valério, a Superintendência Regional de Saúde (SRS) negou conhecer a proposta (Jornal Agora – Divinópolis)
     

  6. Siderúrgica coloca funcionários em lay-off
    A Gerdau colocará 45 funcionários em lay-off (suspensão temporária de contrato de trabalho), a partir de segunda-feira (20), na usina de Barão de Cocais. O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Lúcio Bonifácio Pastor “Lução”, disse que há um acordo com a siderúrgica para que não ocorra nenhuma demissão. “Serão 45 trabalhadores que vão ter o contrato de trabalho suspenso, mas tem um acordo muito bem amarrado entre sindicato e empresa que não vai ter demissão”, garantiu. (Diário de Itabira)

    Câmara devolve recursos em Itaúna
    A Câmara de Itaúna devolveu o valor de R$ 1,5 milhão aos cofres da Prefeitura. No comunicado, a Câmara informou que em abril foram devolvidos aos cofres públicos R$ 100 mil, que foram destinados à Casa de Caridade Manoel Gonçalves. Os restantes R$ 1,4 milhão foram repassados em dezembro e utilizados para que o Município quitasse a segunda parcela do décimo-terceiro dos servidores municipais. (Folha do Povo – Itaúna)
     

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now