COLUNA MG

22 de Abril

Rede de Notícias Sindijori MG

Ipatinga terá fiscalização eletrônica

A prefeitura de Ipatinga publicou edital de pregão presencial, para seleção de empresa especializada na prestação de serviços de locação, instalação, operação e manutenção de equipamentos de fiscalização eletrônica e sistemas auxiliares, com o intuito de promover a fiscalização e o controle do tráfego nas vias sobre circunscrição do município de Ipatinga, num valor estimado de R$ 2.444.133,84. Antes de serem implantadas as medidas serão submetidas à aprovação dos Conselhos Municipais de Trânsito e da Cidade. (Jornal Classivale – Ipatinga)

 

Conselho da APA discute plano de manejo

A terceira reunião ordinária do Conselho Gestor da Área de Proteção ambiental (APA) do Rio Uberaba foi de avanços na discussão sobre o Plano de Manejo, cuja minuta deve ser analisada e concluída até agosto. O documento, elaborado por equipe técnica com pesquisadores das universidades, define as diretrizes de uso e ocupação dentro da área da APA do Rio Uberaba, uma unidade de conservação de uso sustentável. O objetivo principal é equilibrar o uso das áreas com a garantia de manutenção e segurança hídrica de qualidade e quantidade de água para o município de Uberaba. (Jornal de Uberaba)

 

Poços sedia primeiro Festival Paralímpico

Em 21 de setembro deste ano acontece em Poços de Caldas o primeiro Festival Paralímpico do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), que vai contar com a participação de 69 cidades do Brasil, sendo dez de Minas Gerais, com quatro do Sul de Minas. A iniciativa pioneira, tem como objetivo fazer com que alunos em idade escolar, de 10 a 17 anos, possam vivenciar experiências em diversas modalidades esportivas. O prefeito Sérgio Azevedo lembrou, que o Festival Paralímpico começou em Poços no ano passado, com a participação de 48 cidades, e agora cresceu em adesão. Para o prefeito, a tendência é melhorar cada vez mais o evento, até possivelmente atingir todo o Brasil. (Folha Regional- Muzambinho)

 

Moradores do São Geraldo II protestam

Cansados de tanta promessa e nenhuma solução, moradores do bairro São Geraldo interditaram a avenida Porteirinha, que deveria estar sendo asfaltada pela Prefeitura de Montes Claros, e impediram a retirada de maquinários destinados a realizar a obra, mas que estão parados e seriam transferidos para outra localidade. O asfaltamento da via foi anunciado recentemente pelo prefeito Humberto Souto, durante visita ao bairro. No entanto, a promessa não foi cumprida, causando revolta na comunidade. “O prefeito veio aqui e assinou um documento. Foi prometido o asfalto e eles fizeram apenas 180 metros. Agora querem tirar as máquinas, mas nós não vamos deixar”, disse um dos moradores. (O Norte de Minas- Montes Claros)

 

Manhuaçu vai ter UTI Móvel

Sonho antigo para a área de Saúde, agora se realiza: Manhuaçu vai ter Unidade de Terapia Móvel, a UTI Móvel. A Prefeita Cici Magalhães anunciou que, entre as três novas ambulâncias, recentemente asseguradas para o município, viabilizadas por Emenda Parlamentar do Deputado Federal Subtenente Gonzaga, uma vai ser adaptada com todos os equipamentos necessários para o funcionamento deste serviço especializado. Os recursos para aquisição das três ambulâncias são de R$ 540 mil. O repasse foi feito ao município, permitindo o início dos procedimentos para aquisição dos veículos. Ao determinar a aquisição de UTI Móvel, a Prefeita possibilita à Administração Municipal avançar na estrutura da Saúde. (Jornal das Montanhas- Manhuaçu)

 

Uemg protesta contra cortes

Representantes do Diretório Acadêmico da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg), Unidade Leopoldina, promoveram manifestação no Centro da cidade na manhã deste sábado, 20, em protesto contra os cortes de recursos públicos feitos pelo governo de Minas Gerais para pesquisas, além da falta de recursos e repasses para a Universidade. Os participantes da mobilização, dentre eles alunos do curso superior de Pedagogia da Uemg, se posicionavam nas proximidades do cruzamento das Praças General Osório, João XXIII e Félix Martins, onde exibiam cartazes, faixas, gritando palavras de ordem e realizando um apitaço. De acordo com as informações a manifestação ocorre em apoio à Unidade Leopoldina da Uemg, em razão dos cortes de verbas que foram feitos pelo governo do estado na pesquisa, na Uemg e ainda pela falta de repasses para a Universidade do Estado. (O Vigilante Online- Leopoldina)

 

Juiz-foranos estão acima do peso

Aproximadamente 60% dos juiz-foranos estão acima do peso – percentual superior à média nacional, de 53,8%. O dado, obtido por meio de pesquisas do Programa de Pós-graduação em Saúde da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), aponta para a necessidade de estratégias capazes de enfrentar a situação, que pode ser fator de risco para a saúde. Os dados do estudo foram levantados a partir de um inquérito populacional efetuado com 1.032 pessoas. A amostra representa um universo de cerca de 80% dos juiz-foranos – aqueles que residem em áreas de referência de uma Unidade Básica de Saúde (UBS). ( Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now