COLUNA MG

26 de Fevereiro

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Patos se mobiliza por voos
    A Adesp, Agência para o Desenvolvimento Econômico e Social de Patos de Minas, realizou na sala da Fiemg, no prédio da CDL, um encontro para estudar a volta de voos regionais em Patos de Minas. Inicialmente, o presidente da Adesp, João Batista Nunes Nogueira, e os presentes relataram várias experiências, como a TAG, Trip, Passaredo, Azul e Voeminas. A Adesp acompanhará e fará as gestões necessárias para se alcançar esses resultados no menor tempo possível, inclusive tornando públicos os resultados de cada ação. (Folha Patense)
        
    Feiraço aguardada com expectativa
    A Feiraço 2020 – Feira Comercial de Produtos e Serviços, que será realizada entre os dias 1 e 4 de abril, é aguardada com expectativa pelas empresas parceiras do evento. Ao todo, serão 120 estandes na feira, que ocorrerá no estacionamento do estádio Ipatingão. A expectativa é receber 25 mil pessoas ao longo do evento. Com o tema “Na Trilha da Inovação”, a feira reunirá empresas dos mais variados setores de produtos e serviços do Vale do Aço. A entrada será franca e será solicitado dos visitantes apenas a doação de um quilo de alimento não perecível. (Diário do Aço – Ipatinga)
     

  2. Dívida de Itaúna em audiência
    Nesta sexta, 28 acontecerá a audiência pública convocada pela Secretaria de Finanças da Prefeitura de Itaúna para apresentar os dados referentes à economia do município relativo ao terceiro quadriênio de 2019. Os números apresentarão a situação econômica do município relativos aos meses de setembro a dezembro do ano passado. Em levantamento realizado pela reportagem da Folha, foi apurado que a dívida do município totaliza quase R$ 54 milhões, somando-se a dívida fundada e os restos a pagar. Quando assumiu a Prefeitura, a atual administração recebeu uma dívida total de R$ 38.500.000,00. (Folha do Povo – Itaúna)
     

  3. Transporte sobe em Varginha
    A tarifa do transporte coletivo em Varginha será reajustada a partir do dia 1º de março, passando de R$ 4,00 para R$ 4,20. O decreto autorizando o reajuste de R$ 0,20. O último reajuste ocorreu em 1º de dezembro de 2018, há mais de 12 meses.  A concessionária solicitou o reajuste para R$ 4,69 embasado em suas planilhas, mas o Conselho Municipal de Transporte Coletivo de Varginha decidiu que seria razoável uma tarifa da ordem de R$ 4,20. (Correio do Sul – Varginha)


  4. Servidor de Valadares terá reajuste
    A Prefeitura de Governador Valadares e o Sindicato dos Servidores Municipais (Sinsem) chegaram a um acordo para a definição do reajuste do funcionalismo em 2020. Será concedido um reajuste de 4,48%, retroativo a janeiro deste ano. Para profissionais do magistério ficou acertado o cumprimento do piso nacional da educação – atualmente em R$ 2.886,24 – a partir de março. Inicialmente, os servidores haviam aprovado um pedido de 10% de reajuste, e o município ofereceu os 4,48%, como recomposição  (Diário Rio Doce – Governador Valadares)
     

  5. Uberaba cobra o gasoduto
    Durante cerimônia de inauguração da Estação de Tratamento de Esgoto, na cidade de Pirajuba, o vice-prefeito de Uberaba, João Gilberto Ripposati, juntamente com lideranças políticas e empresariais da região, entregou ao governador de Minas Gerais, Romeu Zema, documento em que solicita a participação do Estado na construção do gasoduto para Uberaba. Ripposati lembrou que o Município já investiu R$ 390 mil na primeira parte de estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV). (Jornal de Uberaba).
     

  6. Regional faz alinhamento sobre Samu
    A Regional de Saúde de Coronel Fabriciano realizou na semana passada uma reunião de alinhamento sobre o andamento da implantação do Samu Leste. O evento foi direcionado aos prefeitos e secretários de saúde da região ampliada de saúde do Vale do Aço, que antes faziam parte do Consórcio Intermunicipal de Saúde dos Vales (Cisvales) e hoje buscam se adequar para integrar o Consórcio Intermunicipal de Saúde da Rede de Urgência Macro Leste (Consurge). O alinhamento com os prefeitos e secretários municipais de saúde foi necessário para que possam verificar possíveis pendências financeiras relativo ao antigo consórcio para que o mesmo possa ser encerrado. (Diário de Caratinga)
     

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now