COLUNA MG

23 de Abril

Rede de Notícias Sindijori MG

Dmae descarta contaminação da água

O Departamento de Águas e Esgoto de Poços de Caldas divulgou um esclarecimento sobre notícias veiculadas na mídia na semana passada dando conta de uma contaminação da água por agrotóxicos, citando que em Poços de Caldas teriam sido detectadas 27 compostos químicos entre 2014 a 2017. Segundo a autarquia, os exames apontam que não ocorreu contaminação. (Jornal da Cidade – Poços de Caldas)

 

João Monlevade recebe festival científico

João Monlevade está entre as 400 cidades do mundo que vão sediar, em maio, uma edição do “Pint of Science”, um festival com temas científicos feito em um bar, regado a cerveja e bate papo de alto nível sobre temas emergentes e que borbulham nas universidades do planeta. A iniciativa de trazer o festival para João Monlevade partiu de professores da Universidade do Estado de Minas Gerais – Unidade João Monlevade, e contou com adesão de outras duas importantes instituições de ensino superior com sede no município: a Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e Faculdade Doctum de João Monlevade. (A Notícia- João Monlevade)

 

Lei de maus-tratos é sancionada

A lei número 3.267, que trata de penalização a maus-tratos contra animais foi sancionada e publicada no Diário Oficial de Mariana. O projeto que prevê multas ou responsabilização criminal foi de autoria do vereador Juliano Duarte. De acordo com a lei são considerados maus-tratos diversos tipos de ações que cometam na integridade física, psicológica ou a vida de animais da cidade. Exemplos de maus tratos citados na lei são: privar o animal das suas necessidades básicas; Lesar ou agredir o animal, causando-lhe sofrimento, dano físico ou morte; abandonar o animal; obrigar o animal a realizar trabalho excessivo ou superior às suas forças, entre outras. (Portal da Cidade- Mariana)

 

Saúde da Família está sem médicos

O Norte de Minas está precisando de aproximadamente 100 médicos para atender os 86 municípios no Programa Saúde da Família, mas esbarra na falta desses profissionais para atender a demanda, apesar do salário de R$12 mil para quatro horas de trabalho. O assunto vai ser discutido na reunião do Colegiado dos Secretários Municipais de Saúde do Norte de Minas, pois isso tem comprometido as equipes que atendem aos pacientes do Sistema Único de Saúde. Somente em Montes Claros, existem 12 vagas a serem preenchidas. A secretária municipal de Saúde, Dulce Pimenta, esclarece que o município paga R$6 mil por mês para o médico iniciante, e aqueles com maior tempo de serviço ou especialidade podem receber até R$10 mil. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

 

Formiga registra caso de zika e chikungunya

Neste ano Formiga registrou dois casos de zika e um de chikungunya. Os dados são da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG). A situação para as duas doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti é baixa no município. Em compensação, a situação na cidade para infestação de dengue é muito alta. Segundo boletim da SES/MG, divulgado nesta segunda-feira, 22, 345 casos estão em investigação, um aumento de 30 casos em duas semanas. A taxa de incidência da doença no município passou de 390,22 para 510,81, um aumentou em 30,9%. (Nova Imprensa- Formiga)

 

Famílias terão imóveis desapropriadas

Cinco imóveis podem ter parte de suas fachadas desapropriadas por conta das obras da rodovia BR-440, na Cidade Alta. Um ofício foi encaminhado pela Empa S/A Serviços de Engenharia, empreiteira contratada pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit) para atuar no local, ao Conselho Municipal de Habitação, informando que as intervenções seriam necessárias para “se fazer um passeio e obter áreas para manobras de carros e circulação dos moradores”. Os residentes que vão ter suas propriedades afetadas cobram posicionamento do Dnit, já que não teriam sido comunicados oficialmente sobre as obras, nem recebido orientações. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

 

Morre um dos homens mais velhos da região

Faleceu no último final de semana, em Teófilo Otoni, Gentil Gomes de Mello. Ele completaria 110 anos de idade no dia 19 de novembro deste ano e era considerado um dos ho­mens mais velhos da região. Gentil Gomes nasceu em 19 de novembro de 1909, foi produtor rural na região de Valão, no muni­cípio de Poté, e atualmente residia no Bairro Grão Pará, em Teófilo Otoni. Segundo um familiar, ele faleceu de insuficiência cardiorrespiratória. (Diário Tribuna – Teófilo Otoni)

 

Moradores protestam contra aterro sanitário

Dezenas de pessoas se reuniram na Praça da matriz, no último sábado, 20, em Baependi, para fazer uma manifestação contra a instalação de um aterro sanitário projetado para receber resíduos de até 25 municípios da região. O projeto prevê a implantação da planta de recebimento de lixo e descartes, no bairro rural do Avanço, em Baependi, divisa com Caxambu. A mobilização reuniu moradores das duas localidades, grupos de ciclistas, jipeiros, trilheiros e turistas das duas cidades. O funcionamento do aterro será próximo a BR 354. (Correio do Sul- Varginha)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now