COLUNA MG

23 de Abril

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Onde a crise será superada
        Willian Rigon, diretor de marketing da Urban Systems, empresa especializada em consultoria de negócios no Brasil, informou que, em Minas Gerais, há pelo menos 11 cidades que vão oferecer melhores condições para a retomada da economia após a pandemia do covid-19, e entre elas, encontra-se Ouro Preto, onde a Associação Comercial e Empresarial tem atuado junto aos comerciantes para minimizar os impactos. Além de Ouro Preto, as outras cidades de Minas destacadas são: Belo Horizonte, Uberaba, Juiz de Fora, Uberlândia, Nova Lima, Betim, Pouso Alegre, Ipatinga, Viçosa e Montes Claros. Esse apontamento é baseado na pesquisa que gerou o Ranking Connected Smart Cities produzido pela Urban Systems em 2019. (Voz Ativa- Ouro Preto)
     

  2. São Lourenço flexibiliza
    Em São Lourenço, a prefeitura informou que, após mais uma reunião do Comitê de Enfrentamento e Combate ao Covid-19, chegou a um consenso para a flexibilização de alguns setores do comércio local. A proposta foi apresentada pela Câmara de Dirigentes Lojistas e Sindicato do Comércio, que prevê que as lojas voltem a funcionar de acordo com as medidas sanitárias, e tomando os cuidados necessários de higienização. A proposta foi discutida pelo comitê e ficou definida elaboração de um novo decreto prevendo a flexibilização. A prefeita Célia Cavalcanti alertou que, com a volta, o comércio deverá continuar seguindo a resolução do Comitê estadual. (Jornal Panorama - Baependi )
     
    Poços tem o maior índice 
    Poços de Caldas apresentou o maior índice de isolamento na semana passada entre as maiores cidades do Sul de Minas. Os dados são de uma empresa de segurança que usa a geolocalização de uma base de dados com mais de 60 milhões de dispositivos móveis em todo o Brasil. Conforme os números, o índice de isolamento na cidade na semana passada foi de 49,25%. Hoje, em Minas Gerais, a média de isolamento é de 62,5%. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 70% é o índice mínimo para impedir a alta disseminação do novo coronavírus. Os dados mostram que na primeira semana de março, com o início da preocupação com o novo coronavírus na região, o índice de isolamento era de 20,70%. (Folha Regional- Muzambinho) 
     

  3. MP pede retomada de ônibus 
        O Ministério Público Estadual recomendou às concessionárias de ônibus do transporte coletivo de Uberlândia e à Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes que retomem imediatamente toda a frota de ônibus na cidade. O documento foi assinado pelo promotor de Justiça de Defesa do Consumidor, Fernando Rodrigues Martins. A frota foi reduzida há cerca de um mês com mudanças nos horários dos itinerários em diversos bairros da cidade. O Município informou que a medida foi tomada devido à queda de mais de 80% no número de passageiros em algumas linhas em decorrência da pandemia do novo coronavírus. (Diário de Uberlândia) 
     

  4. HNSC poderá ser referência 
        O Hospital Nossa Senhora da Conceição de Pará de Minas pode ser referência na região para tratamento do novo coronavírus. A informação foi divulgada pelo secretário municipal de Saúde, Wagner Magesty. A decisão foi da Secretaria de Estado de Saúde que comunicou a Secretaria Municipal de Saúde e a Direção do HNSC, sobre o plano de incluir a unidade como referência da microrregião. O HNSC vai ser disponibilizado para 450 mil habitantes das cidades da microrregião. Hospitais de Nova Serrana e Pitangui também vão ajudar nos atendimentos da região. (JC Notícias- Pará de Minas) 
     

  5. Universidade inicia testes
        Em uma união de esforços entre diversos setores e cursos, especialmente da área da Saúde, a Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri está preparada para a realização de análises laboratoriais para o diagnóstico do novo coronavírus. A universidade passou pela etapa de validação e faz parte, efetivamente, da Redelab covid-19, coordenada pelo único laboratório público em Minas Gerais – a Fundação Ezequiel Dias (Funed). Os trabalhos tiveram início nessa segunda-feira, 20, no Campus de Diamantina, no Alto Jequitinhonha. Acompanhada pelo reitor Janir Soares, equipe da UFVJM comemora início do trabalho de diagnóstico do novo coronavírus. (Gazeta dos Vales- Capelinha)
     

  6. Delegacia da Mulher é aprovada
        A equipe protocolou o pedido para que fosse implantada a delegacia da mulher em Mariana, pela Câmara, por meio de seu mandato parlamentar. Foi encaminhada uma cópia desse pedido para o delegado da Polícia Civil de Mariana, Cassiano Castellucci Arantes, que apreciou a ideia e pontuou, inclusive, que já vai preparar a delegacia da Polícia Civil para oferecer um atendimento exclusivo para as mulheres. Vilas Boas enfatizou que é importante que a delegacia seja implantada o quanto antes. (Portal da Cidade- Mariana)
     

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now