COLUNA MG

24 de Abril

Rede de Notícias Sindijori MG

Projeto beneficia artistas locais

Projeto assinado pelo vereador Samuel Pereira (PR), que, tem como finalidade, a reserva de vagas em eventos culturais municipais para artistas locais, foi aprovado nesta terça-feira, 23, na Câmara Municipal. Segundo Samuel, a proposta visa a desenvolver e fortalecer, junto aos cidadãos e aos grupos sociais locais, os sentimentos de pertinência à comunidade, em favor da preservação de sua identidade cultural. A proposta estabelece que em eventos culturais realizados ou patrocinados pela Prefeitura Municipal de Uberaba (PMU) haverá reserva de vagas para artistas locais previamente cadastrados na Fundação Cultural. (Jornal de Uberaba)

 

Araxá cumpre universalização do ensino

Entre as cidades mineiras com mais de 100 mil habitantes, Araxá foi a única que universalizou o ensino fundamental de nove anos para toda a população de 6 a 14 anos no ano de 2017. A informação é do TC Educa, software que verifica se as metas do Plano Nacional de Educação (PNE) estão sendo atendidas pelos gestores públicos dentro dos prazos definidos na legislação. A meta 2 do Plano prevê “universalizar o ensino fundamental de nove anos para toda a população de seis a 14 anos e garantir que pelo menos 95% dos alunos concluam essa etapa na idade recomendada, até o último ano de vigência deste PNE (2024)” (Correio do sul – Varginha)

 

Municípios têm FPM bloqueado

Não bastasse a situação financeira que prefeituras de Minas enfrentam devido ao atraso de repasses estaduais, pelo menos 183 cidades tiveram os recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) bloqueados pelo Tesouro Nacional, devido à falta de pagamento de dívidas previdenciárias. Dos R$ 28,6 bilhões que deveriam ser repassados pelo governo federal às prefeituras de todo o país, R$ 489 milhões, referentes ao primeiro trimestre deste ano, foram retidos pela União. Minas é o Estado mais afetado pelos bloqueios. Das 183 prefeituras mineiras com recursos congelados, 37 tiveram os repasses totalmente interrompidos e outras 146 não receberam parte dos recursos. (Jornal O Norte- Montes Claros)

 

Cães comunitários vão ganhar camas

A Prefeitura de Muriaé, em parceria com o Projeto Cuida, vai realizar no próximo sábado, 27, no Horto Florestal, uma oficina para confecção de camas de pneus para cães comunitários. A entrada é gratuita e todo o material vai ser doado para que os protetores produzam as camas no local e as levem para o animal que cuidam. Algumas camas vão ser instaladas em pontos estratégicos da cidade para cães de rua, uma vez que a previsão é que Muriaé tenha temperaturas abaixo da média neste inverno. Vale lembrar que o cão comunitário é protegido pela Lei Estadual 21.970/16, sendo autorizada, inclusive, a colocação de água e ração para ele em frente às casas. (Gazeta de Muriaé)

 

UPA de Poços recebe novo Raio-X

Autoridades, servidores e representantes da imprensa participaram da cerimônia de entrega do novo equipamento de Raio-X da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A UPA atende mais de 600 pessoas por dia e em dias de pico, chega a atender mais de mil pessoas. O modelo foi cedido pela PUC Poços, como parte da contrapartida devida ao Município, pela implantação do curso de Medicina na cidade. O aparelho digital tem custo aproximado de R$ 250 mil. (Jornal da Cidade – Poços de Caldas)

 

Piso salarial é concedido

Após aprovação na Câmara Municipal, a Prefeitura de Caratinga sancionou a lei que concede piso salarial profissional de R$ 1.250 mensais aos agentes comunitários de Saúde, combate a Endemias e aos auxiliares de campo. De acordo com o executivo, o objetivo é atender a Lei Federal nº 11.350/2006, cuja ementa é: “Instituição do piso salarial nacional e de diretrizes para o plano de carreira dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate a Endemias”, bem como à Lei Municipal nº 3.647/2017, cuja ementa é: “Dispõe sobre a equiparação salarial do auxiliar de campo – cargo de provimento efetivo”.(Diário de Caratinga)

 

Criação de abrigo para menores é aprovada

A Câmara de São Lourenço aprovou na sessão ordinária desta segunda-feira, 22, a criação da Unidade Municipal de Acolhimento Institucional, abrigo de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. Vão ser contratados, por meio de processo seletivo, doze cuidadores e auxiliares; um assistente social, um sociólogo e um coordenador. O projeto de Lei Complementar 62/2018 é de autoria do Poder Executivo e, como ressalta um trecho do texto, “municipaliza o Lar de Acolhimento de Crianças e Adolescentes com vínculos familiares rompidos, ameaçados ou fragilizados, seguindo as normativas da Política Nacional de Assistência Social”. (O Popular Net- São Lourenço)

 

Sete Lagoas decreta emergência

O aumento dos casos de Dengue em Sete Lagoas preocupa as autoridades. Na mesma data em que foi publicado no Diário Oficial do Município o decreto de emergência em função da epidemia de Dengue, e com o objetivo de frear o avanço da doença, o prefeito Cláudio Caramelo recebeu autoridades de diversas áreas, no fim da tarde de segunda-feira, 22, para a apresentação do projeto de um mutirão de limpeza. (Boca do Povo – Sete Lagoas)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now