COLUNA MG

24 de Julho

Rede de Notícias Sindijori MG

Fluxo de passageiros no aeroporto cresce

O movimento de passageiros cresceu 17,5%, de janeiro a junho, no aeroporto “Mário de Almeida Franco”, em Uberaba. O aumento é relativo ao mesmo período registrado em 2018 e leva em conta operações de embarques e desembarques realizadas no terminal. A diferença no período é de quase seis mil viajantes, com 33.359 pessoas no ano passado contra 39.184 em 2019. Para Carlos Alberto Menezes da Costa, superintendente do aeroporto de Uberaba, a expectativa também é positiva para o segundo semestre deste ano. “A Infraero está preparada para o incremento de passageiros, contando com infraestrutura adequada e equipe treinada para atender aos usuários, além de investir na melhoria das instalações”, declara. (Jornal da Manhã- Uberaba)

 

Novo Centro de Triagem de Animais

O Instituto Estadual de Florestas (IEF) assinou junto à Prefeitura de Montes Claros termo de cessão de uso de imóvel para instalação de um novo Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas). Pelo acordo, o município cede parte do terreno onde funcionava o Zoológico Municipal Amaro Sátiro de Araújo. O projeto prevê, além das instalações administrativas, a construção de um centro médico completamente equipado, uma ala para cuidados especiais com filhotes, uma quarentena para isolamento dos animais recém-chegados e viveiros para treinamento de voo e condicionamento físico das mais diversas espécies. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

 

Poços terá Roda de Negócios

O Sebrae-MG e a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg), realizam em parceria com a Prefeitura, nos dias 6 e 7 de agosto, no Palace Casino, a Rodada de Negócios de Poços de Caldas. Trata- se do maior evento empresarial do Sul do Estado. Já estão confirmadas as presenças de 36 grandes empresas de Poços, região e até mesmo de outros Estados. (Jornal da Cidade – Poços de Caldas)

 

Projeto Greenpeace “Bioma do Cerrado”

Ambientalistas do Greenpeace “Bioma do Cerrado” em parceria com o grupo “Guardiões das Cachoeiras”, convidam toda a população a participar do projeto Veredas de Plástico. A ação visa o recolhimento de pets que são usadas na produção de materiais como cordas, telas de alambrados e outros, cuja matéria prima e toda a produção artesanal são feitas por famílias de baixa renda, desempregados ou organizações sem fins lucrativos direcionadas a programas socioambientais. O projeto foi iniciado há três anos, quando a represa das Araras se encontrava com muitas garrafas pet e demais lixos trazidos pelas chuvas, além da falta de conscientização da população. (Gazeta do Triângulo- Araguari)

 

Barbacena entre as piores notas do ICMS

Barbacena ficou entre as piores pontuações do ICMS cultural da região, atrás apenas de Ibertioga e Santa Bárbara do Tugúrio, no índice de classificação divulgado pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iepha-MG). A pontuação da cidade ficou em 2,83. Já a maior pontuação foi para São João del-Rei, que registrou 35,85. Mais de 3,5 mil pastas foram analisadas pela equipe do Iepha, com a documentação enviada pelos municípios mineiros. O critério para o recebimento dos recursos é de que o município construa e coloque em prática, junto com a comunidade e o Conselho Municipal de Patrimônio Cultural, sua política de proteção ao patrimônio cultural, atuando para que ela se efetive como política pública. (Folha de Barbacena)

 

Mariana lidera ranking de ICMS Cultural

No mês em que Mariana comemora 323 anos, os marianenses receberam uma excelente notícia. A cidade lidera o ranking do ICMS Cultural 2019, dessa vez, com 66,35 pontos, conforme foi divulgado na última sexta-feira, 19, pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico (Iepha-MG), vinculado à Secretaria da Cultura do Governo do Estado. Mariana ocupou o primeiro lugar na lista em meio a 804 municípios, ficando com mais de 30 pontos na frente do segundo colocado. A cidade vai ter assegurada a maior parcela na distribuição do ICMS Cultural em 2020. A expectativa é de que o primeiro lugar renda quase R$1,5 milhão para ser investido nas políticas públicas da preservação do patrimônio histórico cultural de Mariana. (Portal da Cidade- Mariana)

 

Monitoramento do Rio Doce é tema

Representantes da Fundação Renova se reuniram na sexta-feira, 19, com moradores das comunidades Leonel, na Zona da Mata. A ação foi realizada para apresentar e acolher as percepções dos moradores sobre o Plano de Manejo de Rejeitos. A analista socioambiental da Fundação Renova, Soraia Soares Silva, explicou o objetivo do Programa de Monitoramento da Bacia do Rio Doce: “Esse programa da Fundação Renova realiza o monitoramento qualitativo e quantitativo sistemático de água e de sedimentos de caráter permanente”. Ainda durante as reuniões, foi proposta aos moradores a realização de duas visitas, uma até a Usina Hidrelétrica Risoleta Neves. (Diário do Rio Doce- Governador Valadares)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now