COLUNA MG

24 de Dezembro

Rede de Notícias Sindijori MG

Projeto ajuda a preservar nascentes

Como forma de preservar a fauna e a flora do cerrado, o projeto Buriti, do Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae), visita propriedades rurais próximas a nascentes dos rios Uberabinha, Araguari e Ribeirão Bom Jardim, que formam o sistema de captação de água de Uberlândia, realizando ações preventivas que garantam a manutenção e recuperação do bioma. Somente este ano, foram 23 propriedades rurais atendidas com o plantio de 53 mil mudas de árvores do cerrado, como paineira, pequi, jenipapo, angico, ipê, baru, jequitibá vermelho, mirindiba, além da instalação de mais de 62 mil metros de cercas lineares, protegendo uma área de 559 hectares, e outras ações preventivas. (Diário de Uberlândia)

 

Defesa Social fiscalizará fogos de artifício

Em resposta ao ofício emitido pela promotora de Justiça Monique Mosca Gonçalves, o secretário de Defesa Social, Wellington Cardoso Ramos, solicitou ao Departamento de Posturas que realize notificações advertindo sobre a proibição da soltura de fogos de artifício em Uberaba. A medida está sendo direcionada a estabelecimentos comerciais, como bares e casas de festas, condomínios e instituições religiosas, mas a soltura também é proibida para pessoas físicas ou jurídicas. Segundo informações do chefe do Departamento de Posturas, Renê Inácio de Freitas, a ação vai ser realizada durante os dias que antecedem as comemorações do fim de ano. (Jornal da Manhã- Uberaba)

 

Quase 40 mil têm pendências com IPVA

Dados do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran) apontam um total de 273.298 veículos registrados em Juiz de Fora até o dia 3 de dezembro. Deste total, 236.935 estão em condições de licenciamento. Conforme o Detran, 39.357 possuem pendências relacionadas ao Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), o que corresponde a 16,61% da frota ativa da cidade. O número registrou queda em relação a abril deste ano, quando o Detran contabilizava 65.495 veículos com pendências relacionadas ao tributo. Naquele mês, 28,3% da frota ativa (231.403 veículos) estava com débitos em relação ao imposto. Apesar da redução de débitos, o Governo de Minas reforça que as ações de cobrança aos devedores são permanentes. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

 

Conselho da Mulher cria regimento

O Conselho Municipal de Direitos das Mulheres criou o seu regimento interno e quatro comissões temáticas permanentes, que têm, por finalidade, elaborar planos, propostas, solicitar providências, fazer encaminhamentos, solicitações, vistorias e consultas na sua área de competência, por decisão da Plenária e na forma por ela indicada. Foi criada a comissão técnicas permanente de Documentação, Cadastro e Monitoramento Gerenciamento do Fundo Municipal dos Direitos da Mulher; Articulação e Mobilização e, por fim, Monitoramento das Deliberações da Conferência Municipal. A presidente Maísa Rodrigues publicou no Diário Oficial o regimento interno e as comissões. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

 

Postos devem informar a origem

Foi sancionada na última sexta-feira, 20, a lei 5.013, que obriga os postos revendedores de combustíveis em Barbacena a informarem a origem dos seus produtos ao consumidor. Os postos também devem informar se a gasolina é formulada ou refinada. A lei é de autoria do vereador Nilton César (PSB), e nas informações relacionadas à origem do combustível deve haver o nome do fornecedor e ainda se a gasolina comercializada é formulada ou refinada. Esta informação deve ser veiculada por qualquer tipo de publicidade, com fonte e tamanho que possibilitem sua identificação, com dimensões mínimas de 0,50m de largura por 0,70m de comprimento, devendo ser afixada nas bombas, bem como, em local visível a todos os consumidores que entrem nos postos de combustíveis. (Folha de Barbacena)

 

Etanol em Poços tem a maior alta

De acordo com pesquisa realizada pelo Procon Poços nos postos de combustíveis da cidade, o etanol foi o que mais apresentou alta acumulada durante o ano de 2019, com o índice de 9,74%. O preço nas bombas, em dezembro, segundo a pesquisa, varia de R$ 3,079 a R$ 3,390.O levantamento foi realizado dias 18 e 19 de dezembro para pagamento em dinheiro e aferiu os preços praticados em 30 estabelecimentos. No mês de dezembro, houve variação de preços de um posto para outro. Para a gasolina aditivada, observou-se uma variação de preços de 8,74%. Já a gasolina comum, a variação é de 8,77%. Para o etanol, a variação ficou em 10,10%. O óleo diesel comum apresentou variação de 7,02% e o S10 os preços variaram 6,15%. (Jornal Mantiqueira- Poços de Caldas)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now