COLUNA MG

31 de Julho

Rede de Notícias Sindijori MG

Projeto “Geladeira Solidária” é implantado

A Missão Marta e Maria e o Banco de Alimentos de Formiga deram início na segunda-feira, 29, ao Projeto ‘Geladeira Solidária’. A geladeira está localizada na avenida Paulo Lins, em frente à loja do Zequinha Som e Acessórios, de propriedade do presidente da Missão Marta e Maria, José Ronaldo da Silva (Zequinha). De acordo com os organizadores, estão sendo aceitas diversas doações de alimentos que vão ser destinadas para a população mais carente da cidade. Ele e o responsável pelo Banco de Alimentos, Anuar Teodoro Alves, tomaram conhecimento sobre esse projeto que funcionava em outras cidades e resolveram implantá-lo em Formiga. (Jornal Nova Imprensa- Formiga)

 

Cadela ajuda a localizar drogas em Poços

A cadela Athena, da Polícia Militar, ajudou os policiais a localizarem drogas em dois bairros na segunda-feira, 29, durante operações contra o tráfico de drogas. No bairro São João, em ponto considerado estratégico para a venda de entorpecentes e demais crimes, um homem e cinco adolescentes foram flagrados. Já no bairro Vila Rica, a Polícia Militar um desocupado de 19 anos, sendo encontrada com ele a quantia de R$ 47 e várias porções de drogas. (Jornal da Cidade – Poços de Caldas)

 

UFJF garante funcionamento no semestre

Ainda que tenha R$ 33 milhões de custeio e capital bloqueados, a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) vai manter as operações para o segundo semestre letivo de 2019, a ser iniciado na próxima segunda-feira, 5. Entretanto, a instituição admite a possibilidade de suspensão de determinadas atividades de extensão e pesquisa, caso parte da verba contingenciada não seja recomposta pelo Ministério da Educação (MEC). Em compasso de espera, a concentração de gastos orçamentários na manutenção dos campi de Juiz de Fora e Governador Valadares deve ser a solução encontrada pela Reitoria. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

 

Fila de pacientes para tomografia é zerada

A Prefeitura de Muriaé, através da Secretaria Municipal de Saúde, conseguiu zerar a fila de exames de tomografia. A entrega das últimas 30 autorizações aconteceu na tarde de segunda-feira, 29, no Centro Administrativo, para pacientes que estavam na fila de espera. Os beneficiados receberam as autorizações para a realização dos exames, os quais vão ser custeados pela Prefeitura. Caso fossem realizados em clínicas particulares, os pacientes teriam que desembolsar, em média, entre R$ 700 a R$ 1.500, dependendo da complexidade. (Gazeta de Muriaé)

 

Projeto Onda Verde discute wi-fi nas praças

A instalação de wifi gratuitamente nas praças de Montes Claros vai ser discutida em audiência pública no próximo dia 6 de agosto, para buscar empresas parceiras interesses em implementar essa iniciativa, denominada de Projeto Onda Verde. No ano de 2015 uma experiência foi realizada na cidade, quando a Praça da Matriz, onde surgiu a cidade, contou com esse serviço. No mês de outubro do ano passado, o então secretário municipal de Educação, Benedito Said, esboçou a reativação dessa iniciativa, com foco principalmente nas praças periféricas da cidade. Agora, a proposta é disponibilizar a conexão à internet sem fio, com velocidade mínima de 512 kbps por dispositivo conectado, em 32 praças e parques de Montes Claros. (Gazeta Norte Mineira- Montes Claros)

 

1º Mamaço comemora em Sete Lagoas

Em comemoração à Semana Mundial do Aleitamento Materno, que este ano vai de 1 a 7 de agosto, no próximo domingo, 4, um grupo de mães da cidade decidiu realizar o 1° Mamaço de Sete Lagoas. O evento vai ter início às 11h30, na Praça Martiniano de Carvalho (Praça do Canaan), com participação gratuita. "O Mamaço é uma ação que ocorre no mundo inteiro, onde mulheres se reúnem para amamentar em público e mostrar a importância do aleitamento materno como alimento essencial na vida dos bebês", afirma a enfermeira Dahiane Rassier, uma das organizadoras do evento na cidade, juntamente com Pâmella Sousa, Renata Perez e Marina Santos. A ação visa também fortalecer o direito da mulher amamentar seu filho em qualquer lugar ou momento. (Jornal Sete Dias- Sete Lagoas)

 

Índice de dengue elevado em João Monlevade

Apesar de apresentar queda conforme o último Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde nesta segunda-feira, 29, João Monlevade continua sendo a cidade que tem maior número de casos entre as cidades da Gerência Regional de Saúde de Itabira (GRS). Já foram registrados 2.374 notificações de casos suspeitos ou confirmados da doença. No boletim divulgado nesta segunda-feira, 29, houve redução de 23 casos. O município registra atualmente 2.351 prováveis casos, o que a coloca na 28ª posição entre as 30 cidades com maior incidência de dengue em Mina Gerais. O município também teve duas mortes confirmadas pela doença. (Jornal A Notícia- João Monlevade)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now