COLUNA MG

01 de Junho

Rede de Notícias Sindijori MG

Sobra doador no Hemominas em Divinópolis

Há tempos, a questão da doação de sangue tem sido debatida na sociedade. São inúmeras campanhas que conscientizam as pessoas para a importância da doação. Entretanto, Divinópolis vive uma história que vai na contramão do que é esperado. Enquanto os Centros de Hematologia e Hemoterapia de Minas Gerais (Hemominas) precisam se esforçar para que a população doe sangue, na cidade, as pessoas querem doar, mas esbarram na falta de médicos no Hemominas local. Conforme informou a assessoria do Hemonúcleo, desde novembro do ano passado, houve uma redução no horário de coleta de sangue dos doadores. (Jornal Agora – Divinópolis)

 

Penitenciária fará abastecimento de hortas

A dificuldade em conseguir mudas na Zona da Mata fez a equipe de produção da Penitenciária Doutor Manoel Martins Lisboa Júnior, em Muriaé, criar o projeto Mudar - Semeando o Futuro. Com a iniciativa, são mais presos trabalhando na unidade prisional, sem contar o custo-benefício, já que outras unidades e instituições agora recebem as mudas de hortaliças. A produção começou em março e, até o momento, mais de 25 mil pés de alfaces crespas já foram entregues. Dois presos ficam responsáveis pela fabricação, que só precisa de sementes e substratos. (Gazeta de Muriaé)

 

Cidades firmam parceria para aterro

Os prefeitos de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo, e de Machado, Julbert Ferre de Morais, assinaram, na manhã da quarta-feira, 29, termo de cooperação técnica para estudo de viabilidade visando à implantação de aterro sanitário conjunto, no território do município de Machado. O termo de cooperação tem como objeto o apoio a projetos de parcerias público-privadas e concessões para estudos de viabilidade econômico-financeira e técnica-operacional para a implantação de aterro sanitário. (A Folha Regional- Muzambinho)

 

Uberaba terá serviço de Atenção Psicossocial

Uberaba passou a contar com novo serviço de Atenção Psicossocial a partir desta quinta-feira, 30. O Serviço Intermediário de Atenção Psicossocial vai estar disponível no prédio onde ficava o Caps Infantil, e já realiza atendimentos com os grupos de psicoterapia, serviço social, terapia ocupacional e conta com uma médica psiquiatra em atendimento. Vão ser nove psicólogos, um psiquiatra, três assistentes sociais, um terapeuta ocupacional, dois auxiliares administrativos, dois vigias, dois auxiliares de limpeza e um coordenador realizando atendimentos de média complexidade para atendimento dos casos não enquadrados como baixa complexidade da Atenção Básica, mas que também não são graves, atendidos pelos Centros de Atenção Psicossocial (Caps). (Jornal da Manhã- Uberaba)

 

Mortalidade materna apresenta alto índice

A mortalidade materna em Juiz de Fora é considerada alta, considerando os parâmetros da Organização Mundial de Saúde (OMS). Em 2015, o índice na cidade foi maior, inclusive, que a taxa brasileira. Os dados municipais foram apresentados pelo Comitê de Prevenção à Mortalidade Materna de Juiz de Fora no seminário ‘Sensibilização dos diferentes níveis de atenção à saúde da gestante, puérpera e do recém-nascido em Juiz de Fora’, promovido pela Secretaria de Saúde (SS) da Prefeitura de Juiz de Fora (PJF). A fim de facilitar o acesso de gestantes ao serviço de saúde, a pasta também divulgou um projeto para implantação de regionalização da assistência ao pré-natal e parto. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

 

Parque Aquático de Arcos pode ser reaberto

A Prefeitura de Arcos divulgou nessa quarta-feira (29) a previsão de reabertura do Parque Aquático – Adriano Carlos de Oliveira (Didi). Localizado no bairro Santo Antônio, o parque foi interditado em agosto do ano passado. A medida foi tomada após visita de funcionários do setor de Epidemiologia ao parque. O local é habitat de capivaras, mamífero hospedeiro da bactéria causadora da febre maculosa e um dos principais hospedeiros do carrapato estrela, que é o transmissor da doença. Em 2018, 12 casos confirmados da doença foram registrados na região Centro-Oeste. (Nova Imprensa- Formiga)

 

Eletrotécnica pode ter curso em Ipatinga

O campus avançado do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG), em Ipatinga, tem previsão de oferecer mais um curso para os alunos no próximo ano. Conforme o diretor do campus, Alex de Andrade, há planos de inaugurar o curso técnico integrado em Eletrotécnica, em 2020. O diretor ressaltou que mesmo diante do cenário financeiro, após o anúncio do contingenciamento de verbas para a Educação, a meta de inaugurar mais um curso é mantida pela direção. (Diário do Aço – Ipatinga)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now