COLUNA MG

02 de Setembro

Rede de Notícias Sindijori MG

Muriaé sai de estado de alerta de meningite

A Prefeitura de Muriaé, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), em consonância com o Centro de Epidemiologia e Serviço de Infectologia do município, informa que a cidade saiu do estágio de alarme para o de vigilância quanto à meningite. Segundo o médico infectologista do Setor de Epidemiologia da SMS, Daniel Licy, não há até o momento novos casos suspeitos ou confirmados de qualquer natureza da doença em Muriaé, nem de manifestação similar em qualquer dos contatos do caso índice. Depois de passado o período de atenção, a SMS ficará em vigilância por um período de até 60 dias após o diagnóstico, através dos órgãos pertinentes de notificação e vigilância. (Gazeta de Muriaé)

 

Mel norte-mineiro recebe R$ 500 mil

A cadeia produtiva da apicultura do Norte de Minas vai receber investimentos de R$ 500 mil a partir de um Termo de Execução Descentralizada (TED) firmado entre o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Os recursos têm origem no Programa Rotas da Integração do MDR, no qual o polo de apicultura da região mineira está inserido e é reconhecido pelo ministério como área prioritária. Atualmente, os produtores e entidades de apoio estão organizados no recém-criado Comitê Gestor do Polo, o que vem garantindo a organização e a mobilização conjunta desse setor produtivo, para a estruturação da atividade no Norte de Minas. (Jornal O Norte- Montes Claros)

 

Doenças do coração são as que mais matam

Os distúrbios que afetam o sistema circulatório constituem a principal causa de óbitos por doenças em Juiz de Fora, pelo menos nos últimos seis anos. A pedido da Tribuna, a Secretaria de Saúde disponibilizou o levantamento das doenças que mais fazem vítimas fatais na cidade. No período entre 2013 e 2018, foram registrados 5.987 mortes decorrentes destes distúrbios, número que representa cerca de 23% do número total de óbitos por doenças no mesmo período. Para se ter ideia, disfunções como acidente vascular cerebral (AVC), infarto e hipertensão, somadas a demais doenças do aparelho circulatório mataram mais do que neoplasias (tumores) – que aparecem em segundo lugar na lista de doenças mais fatais, no mesmo intervalo de tempo. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora)

 

Parceria viabiliza imagens em alta definição

Uma parceria do coordenador do Laboratório de Mineralogia do UNIFOR-MG, Anísio Cláudio Rios Fonseca, com o diretor técnico do Hemocentro da Paraíba, Fernando Brederodes (bioquímico e fotógrafo), resultou em fotos em alta definição de minerais pesquisados na instituição de ensino. Os dois se conheceram no Clube Brasileiro de Colecionadores de Minerais. Anísio Cláudio Rios Fonseca explicou que Fernando Brederodes utilizou uma câmera Canon T3 com tubo extensor adaptado em objetiva de microscópio bauch&lomb e sequências de planos de imagens empilhadas com software Combine ZP. (Jornal Nova Imprensa- Formiga)

 

Procon tem maior número de atendimentos

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de Divinópolis publicou números de atendimentos realizados pelo órgão durante os últimos três anos. O gerente do Procon Municipal, Ulisses Damas Couto, ressaltou que, até princípio de agosto deste ano, a instituição havia realizado 3.625 atendimentos. Em 2017, o Procon respondeu 1.835 chamados; e, em 2018, o número aumentou para 2.817. Desde o estabelecimento do órgão, em 1990, o número de serviços neste ano vai ser o maior na história. (Gazeta do Oeste- Divinópolis)

 

Pesquisa mapeia de pessoas em situação de rua

O trabalho da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Seds) para o resgate de pessoas em situação de rua em Uberaba é contínuo. Para garantir a qualidade e continuidade das ações, as equipes da Abordagem Social, Centro Pop e Seção de Apoio às ONGs vão realizar, do dia 2 ao dia 10 de setembro, trabalho de diagnóstico deste universo no município. A chefe do Departamento de Proteção Social Especial, Claudia Cristina da Silva, explica que vão ser feitas pesquisas nos locais onde existem pedintes, para mapear as pessoas e os principais pontos com moradores em situação de rua. (Jornal da Cidade- Uberaba)

 

Caratinga terá aumento no repasse do FPM

Com a divulgação de novas estimativas populacionais por parte do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na última quarta-feira, 28, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) analisou os dados. Em 2020, 101 municípios devem subir de coeficiente por terem tido aumento populacional suficiente para mudar de faixa, incluindo Caratinga. Os coeficientes projetados são de 2,80 (2019) e 3,00 (2020). O município contabilizou segundo estimativa com referência julho de 2019, o total de 92.062 habitantes. Além disso, outros 286 municípios estão perto de uma mudança que pode incrementar os valores recebidos por meio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). (Diário de Caratinga)

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now