COLUNA MG

09 de Maio

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Itabirito ajuda micro empresário
    A Câmara de Itabirito aprovou Projeto de Lei que concede empréstimos a microempreendedores (MEIs), bem como a micro e pequenas empresas (MPEs) para enfrentamento da crise econômica provocada pelo coronavírus. O valor do empréstimo é de, no máximo, R$ 20 mil por beneficiado. A intenção é permitir que empresas de Itabirito não “fechem suas portas” e (em consequência) diminuir o impacto da crise no aumento do índice de desemprego no Município. (O Liberal – Itabirito)
     

  2. Estudo sobre idoso
    O Grupo de Estudos em Planejamento Territorial e Ambiental do IF Sul de Minas (Geplan) está divulgando novos mapas que fazem alerta sobre os riscos para os idosos, após a flexibilização das medidas de isolamento com a reabertura do comércio e serviços. O estudo chama a atenção para a vulnerabilidade da população idosa do sul Minas. No Estado mineiro, a região sul é uma das que apresentam maior número de idosos, grupo considerado de risco para as complicações causadas pelo novo coronavírus. O estudo sinaliza que o Triângulo Mineiro, a Região Metropolitana de Belo Horizonte e as porções Sul, Sudeste e Sudoeste de Minas apresentam os municípios com maior número de idosos. (Jornal Mantiqueira- Poços de Caldas)
     

  3. Trabalhadores paralisam ônibus 
    Trabalhadores do transporte coletivo de Juiz de Fora paralisaram as atividades no início da manhã desta sexta-feira, 8, por atraso no pagamento dos salários. Segundo a Secretaria de Transportes e Trânsito (Settra), houve um período de negociação entre o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Coletivo Urbano (Sinttro) e as empresas do setor, gerando atraso nas atividades da Tusmil. A situação foi regularizada antes das 8h, conforme a pasta municipal, e as linhas estão operando normalmente. (Tribuna de Minas- Juiz de Fora) 
     

  4. Feira  Online
    A Coordenadoria de Políticas de Igualdade Racial da Fundação Cultural de Uberaba lançou nesta sexta-feira, 8, a Feira de Empreendedorismo Negro Online. O objetivo é fomentar a economia entre os empreendedores negros já que a pandemia proíbe aglomerações.  Na mostra, os empreendedores vão ter a oportunidade de aumentar a visibilidade de suas atividades e de expor seus produtos nos canais de comunicação social da autarquia. O evento online é um dos projetos que visa a dar continuidade aos trabalhos da Coordenadoria. De acordo com a jornalista Carmem Amâncio, coordenadora de Políticas de Igualdade Racial da Fundação Cultural de Uberaba. (Jornal de Uberaba) 
     

  5. Programa chega a municípios 
    Criado em março pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) e apoiado pela Secretaria de Estado de Fazenda (SEF),o programa “Alô MInas” tem como objetivo ampliar a rede de telefonia móvel para 300 distritos e localidades em Minas Gerais. Por meio de requerimento enviado pelo deputado estadual Celinho Sinttrocei à Sepag, mais de 30 distritos de 17 cidades vão ser contempladas com o programa. Conforme o parlamentar, vão ser beneficiadas localidades nas regiões dos Vales do Aço, Rio Doce, Mucuri e Jequitinhonha. (Diário do Aço- Ipatinga) 
     

  6. Sindicatos ganham máscaras
    Cerca de mil máscaras estão sendo distribuídas, gratuitamente, por cinco Sindicatos dos Produtores Rurais da Regional do Sistema Faemg/Senar Minas: em Governador Valadares, Resplendor, Caratinga, Inhapim e Malacacheta. De acordo com o gerente regional em Governador Valadares, Ulisses Silveira Costa, a distribuição é uma iniciativa do Sistema que visa contribuir para que produtores e trabalhadores rurais que ainda não têm suas máscaras possam garantir o material em um dos cinco sindicatos já citados. São 200 máscaras para cada instituição. (Diário do Rio Doce – Governador Valadares)
     

  7. Araguari autoriza templos
    O Comitê de Gestão de Crise Contra a covid-19 e representantes do Executivo autorizaram o funcionamento de igrejas e academias, mediante cumprimento de alguns critérios. Dentre eles está a apresentação do plano de contingência que deverá ser aprovado pela secretaria municipal de Saúde, além disso, os responsáveis também assinarão um termo de responsabilidade para a abertura imediata. De acordo com o secretário de Saúde, Guilherme Afonso, cumprindo esses critérios, as igrejas e outros locais ligados à religião, poderão funcionar com 30% de sua capacidade, cumprindo ainda as recomendações de higiene pessoal e do ambiente, bem como, o uso de máscaras. A mesma recomendação é válida para as academias. (Gazeta do Triângulo – Araguari)
     

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now