COLUNA MG

15 de Julho

Rede de Notícias Sindijori MG
  1. Justiça repassa R$ 7,4 milhões
    A Justiça do Trabalho determinou o repasse de mais R$ 7.476.229,00 para o combate à Covid-19 nas cidades de Uberlândia, Uberaba e Araguari. A decisão é da juíza da 1ª Vara do Trabalho de Araguari, Tânia Mara Guimarães Pena, em Ação Civil Pública Cível ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho contra empresa que atua na região. No processo, o MPT solicitou a reversão de numerário oriundo da reparação de danos metaindividuais, para atender a projetos sociais de entidades daquelas cidades ligados à Covid-19. (Jornal de Uberaba) 
     

  2. Uberlândia terá centro de tratamento
    Na última semana, a Câmara Municipal de Uberlândia aprovou a doação de um terreno do Município para que o Instituto Estadual de Florestas (IEF) construa um Centro de Triagem e Reabilitação de Animais Silvestres. O centro vai ficar em uma área de 22,796 mil m² localizado na Fazenda Buriti, área rural da cidade. Esse vai ser o quinto centro do estado, sendo o primeiro na região do Triângulo Mineiro. O mais próximo fica em Patos de Minas, no Alto Paranaíba. (Diário de Uberlândia)
     

  3. Muriaé decreta calamidade
    O prefeito Ioannis Konstantinos Grammatikopoulos – Grego (PSD) decretou nesta terça-feira, 14, estado de calamidade pública em Muriaé por causa da pandemia de Covid-19. A medida não altera o funcionamento do comércio no município, que anunciou reabertura gradual de diversos setores e atividades econômicas que haviam sido interrompidos em função do novo coronavírus. Segundo dados do boletim municipal diário, a cidade tem 39 mortes pela doença e 1.225 casos confirmados, sendo que 973 são considerados curados. (Gazeta de Muriaé) 
     

  4. Patrulha será implantada 
    Com o objetivo de fortalecer a rede de proteção às mulheres vítimas de violência doméstica, a Guarda Municipal de Mariana está implantando o projeto “Patrulha Maria da Penha”. O projeto vai ser desenvolvido pela GM, em parceria com o Ministério Público de Minas Gerais e com a Polícia Militar. A secretária explicou que através desta parceria mulheres marianenses que sofrem violência doméstica e já estão sob medida protetiva vão ser encaminhadas para a Guarda. (Jornal O Liberal- Itabirito) 
     

  5. Arcos tem saldo negativo de empregos
    A cidade de Arcos está com um saldo negativo na geração de empregos, neste ano. Esse saldo negativo foi observado, principalmente, nos meses de janeiro, abril e maio, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério da Economia. De acordo com os dados, o município já registrava, até o mês de maio, um total de 1.871 admissões e 2.000 desligamentos, o que equivale a um saldo de -129 postos de trabalho. (Correio Centro-Oeste-Arcos) 
     

  6. "Olho Vivo" é inaugurado 
    Foi inaugurada no dia 13 de julho a Central de Videomonitoramento "Olho Vivo", uma parceria entre a Polícia Militar e a prefeitura de Congonhas. Cumprindo os protocolos de segurança de prevenção ao Covid-19, foi realizada uma solenidade restrita. O videomonitoramento, mais conhecido como "Olho Vivo", é um sistema constituído por câmeras estrategicamente distribuídas pela cidade que captam imagens da via pública e são monitoradas 24 horas por dia por uma equipe treinada no interior da sede da 73ª Cia PM/31º BPM. (Correio da Cidade- Conselheiro Lafaiete) 
     

  7. Regional recebe ventiladores 
    A Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) entregou respiradores que vão ser utilizados em leitos de Unidade de Tratamento Intensivo da Covid-19, em dois hospitais da Regional de Leopoldina, na última quinta-feira, 9. A Casa de Caridade Leopoldinense recebeu um cardioversor e sete ventiladores pulmonares, já o Hospital São Salvador, do município de Além Paraíba, foi contemplado com um cardioversor e cinco ventiladores pulmonares. (O Vigilante Online- Leopoldina)
     

  8. Comércio de Tiradentes reabre
    O prefeito de Tiradentes, Zé Antônio do Pacu, anunciou, nesta semana, a reabertura parcial do comércio local. Depois de 114 dias com as atividades econômicas e turísticas interrompidas em função da pandemia do Coronavírus, Tiradentes volta a abrir suas portas. Todos os estabelecimentos vigentes na onda do Programa Minas Consciente, e de posse do Alvará Covid-19 e do Selo Estabelecimento Seguro, têm a liberdade de retomar suas atividades comerciais, com responsabilidade e obediência aos protocolos sanitários. (Jornal Panorama – Baependi)
     

© 2017 Folha da Manhã - Criado com o  Wix.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now